Abscesso Cerebral

Um abscesso cerebral, é um inchaço que aparece no cérebro e que posteriormente é preenchido com pus causado por uma infecção. É uma condição rara, mas que quando ocorre pode deixar o paciente em risco de vida. Isto acontece quando as bactérias ou fungos, entram no tecido cerebral. Saiba o que é um abscesso.

Sintomas

Os sintomas que se podem sentir caso ocorra um abscesso cerebral podem passar por:

  • Dores de cabeça – muitas vezes pode tornar-se grave, pois não pode ser aliviada ao tomar analgésicos;
  • Mudanças no estado mental, como por exemplo, sentir-se muito confuso;
  • Fraqueza ou paralisia de um lado do corpo;
  • Febre, Temperatura elevada por volta dos 38ºC (100.4ºF) ou superior;
  • Ataques (convulsões)

Causas

São três as principais causas que podem originar um abscesso cerebral, entre elas estão:

  • Uma infecção numa outra parte do crânio, como uma infecção no ouvido, sinusite ou um abscesso dentário, que se podem espalhar diretamente para o cérebro;
  • Uma infecção em qualquer outra parte do corpo, como uma pneumonia ou uma infecção pulmonar, que pode acabar por se espalhar para o cérebro através do sangue;
  • Qualquer trauma, como uma lesão grave na cabeça, que pode acabar por quebrar ou abrir o crânio permitindo que as bactérias ou fungos consigam entrar para o cérebro.

No entanto, em cerca de 1 em cada 7 casos, a fonte da infecção permanece desconhecida.

Tratamento

Quando uma pessoa tem um abscesso cerebral, é considerada como um caso de emergência médica. Isto porque o inchaço causado pelo abscesso pode acabar por reduzir o fornecimento do sangue e do oxigênio que o cérebro necessita para o seu normal estado de funcionamento. Existe também o risco de o abscesso poder rebentar. Se o abscesso cerebral não for tratado, pode causar danos permanentes no cérebro, podendo mesmo chegar a torna-se fatal.

Se suspeitar que você ou alguém que conhece possa ser portador de um abscesso cerebral ligue para o 112. O abscesso cerebral é geralmente tratado com uma combinação de antibióticos (ou, em alguns casos, antifúngicos) e com uma cirurgia. Nessa cirurgia, o cirurgião irá abrir o crânio e drenar todo o pus existente no abscesso, ou remover completamente o mesmo. Quanto mais cedo a doença for diagnosticada e tratada, menores são as hipóteses do paiente desenvolver complicações ainda mais graves a longo prazo.

Leia mais sobre o tratamento.

Complicações causadas por um abscesso cerebral

Qualquer dano no tecido cerebral pode resultar numa série de complicações graves a longo prazo, tais como:

  • Danos cerebrais – que podem variar entre leves a graves;
  • Epilepsia

Quem pode ser afetado

Os abscessos cerebrais tendem a ser um problema significativo em partes do mundo onde o acesso aos antibióticos é limitado. Na maior parte dos países, os abscessos cerebrais são extremamente raros. Sendo que, a maioria dos neurocirurgiões (especialistas em cirurgia do cérebro e do sistema nervoso), apenas esperam ter de tratar cerca de 1 em cada 4 casos por ano.

Os abscessos cerebrais podem ocorrer em qualquer idade, mas a maioria dos casos são relatados em pessoas com cerca de 40 anos. Sendo que são mais comuns nos homens do que nas mulheres. No entanto, ainda não está claro o porquê de isto acontecer.

Devido aos avanços das técnicas de diagnóstico e das técnicas cirúrgicas, as perspectivas de vida para as pessoas com abscessos cerebrais melhoraram dramaticamente nos últimos anos. Hoje em dia ocorre, em média, cerca de 1 morte em cada 10 casos relatados. Nos restantes casos, o paciente consegue uma recuperação completa, não tendo que voltar a realizar uma nova cirurgia.

Foto de Múltiplos Abscessos Cerebrais:

Foto de Múltiplos Abscessos Cerebrais