Arcada Total – Implante vs Dentadura

Numa época em que as soluções de reconstrução dentária são cada vez mais vastas, decidir entre uma dentadura e um implante dentário poderá revelar-se uma tarefa extremamente complicada, uma vez que qualquer uma destas opções apresenta diversas vantagens e desvantagens. Ainda que os implantes dentários sejam unanimemente considerados como a opção mais vantajosa e eficiente a ser adoptada, a verdade é que não deixam de possuir diversos contras associados, sendo, por isso, importante que a escolha entre estas duas soluções não seja feita de forma precipitada, mas sim cuidada.

As dentaduras são, hoje em dia, considerados como produtos obsoletos por muitos especialistas na área da odontologia, o que em grande parte se deve à sua incapacidade de oferecer aos seus utilizadores resultados 100% satisfatórios, que lhes permitam utilizá-las com o mesmo nível de eficácia e segurança que são característicos da dentição natural.

Ainda assim, as dentaduras continuam a constituir a alternativa mais procurada por todos aqueles que sofrem de falta de dentes, o que em parte se deve aos grandes obstáculos financeiros que se encontram associados aos implantes dentários, e que fazem com que a maioria da população tenha dificuldade em ter acesso a todas as vantagens que deles poderão ser retiradas.

No momento da escolha, é importante que sejam considerados diversos factores; factores esses que deverão ser analisados pelo especialista odontológico responsável pelo tratamento do paciente. No entanto, para que possa ser efectuada uma escolha o mais sensata possível, é imprescindível que o paciente esteja perfeitamente consciente das características de cada um destes produtos. Apesar de isto ser essencial, ainda muitos são aqueles que optam por uma destas duas soluções sem se encontrarem devidamente informados dos prós e dos contras inerentes a cada uma delas.

Assim como o nome indica, a dentadura representa um conjunto de dentes artificiais que são fixados à gengiva. por meio de produtos específicos para o efeito. É uma solução simples e prática, que já há muito tempo tem vindo a ser utilizada como alternativa primária para o problema de falta de dentes, que infelizmente afecta pessoas de todas as idades, devido às mais diversas razões. A qualidade dos resultados retirados de uma dentadura está altamente dependente da qualidade dos materiais utilizados. No entanto, é seguro afirmar que, quando de boa qualidade, uma placa dentária poderá revelar-se como uma opção bastante viável.

A alternativa de implantodontia para a dentadura é conhecida como implante dentário arcada total. Arcada total refere-se à instalação completa de toda a dentição da zona superior ou inferior da mandíbula. Este implante dentário é utilizado em casos em que o paciente apresente a falta da esmagadora maioria dos seus dentes, seja da região inferior, superior ou até mesmo de ambas. É uma alternativa particularmente direccionada para pacientes de idade avançada, assim como para aqueles que tenham sido vítimas de um acidente ou de um problema de saúde mais grave, como é o caso de tumores.

Vantagens das dentaduras

– A intervenção para a instalação de uma dentadura representa um processo de reduzida complexidade, o que geralmente se traduz em preços muito mais acessíveis para os pacientes. Este constitui o principal factor responsável pelo facto das dentaduras continuarem, ainda hoje, a ser alvo de grande procura por parte de quem vê a sua estrutura dentária comprometida. Para além das dentaduras serem uma solução relativamente acessível, os custos de manutenção também são surpreendentemente reduzidos, tornando-a assim na escolha ideal para aqueles que menos possibilidades financeiras apresentam.

– Pelas mesmas razões mencionadas no ponto anterior, o tempo de execução costuma ser consideravelmente inferior àquele associado a procedimentos mais complexos, como é o caso dos implantes dentários. E o facto de não existir um período de recuperação que exija cuidados demasiado especificos, faz com que o paciente não tenha de esperar meses até que possacomeçar a utilizar a sua dentadura despreocupadamente. Isto representa uma grande vantagem para quem não se encontra disposto a esperar uma eternidade para que possa começar a utilizar despreocupadamente os seus dentes artificiais.

– A dentadura é muito mais acessível a qualquer tipo de pessoa, uma vez que poucas ou nenhumas contra-indicações lhe estão associadas. Independentemente do estado de saúde do paciente e da qualidade da sua estrutura óssea, não haverá qualquer tipo de problema na utilização de uma dentadura. A dentadura é, portanto, a solução ideal e definitiva para aqueles que não se encontram elegíveis para uma cirurgia de implante dentário, mas que ainda assim necessitam de encontrar uma solução de reconstrução dentária que lhes possibilite realizar as funções mastigatórias mais essenciais. Com a dentadura, a idade também não é um factor, e é essa a razão pela qual os pacientes de idade mais avançada tendem a optar por dentaduras em vez de implantes dentários.

– Os riscos de saúde associados às dentaduras são praticamente inexistentes. Uma vez que a sua instalação não está dependente de um procedimento cirúrgico de elevada complexidade, as dentaduras não oferecem o risco de desenvolvimento de infecções potencialmente perigosas para a saúde oral do paciente. Em casos de risco, como é o caso de diabéticos em fases mais avançadas, isto acabará por representar uma opção extremamente segura e vantajosa.

Como referido no ponto interior, este procedimento não implica a existência de um longo e complexo período de recuperação, anulando assim qualquer possibilidade de ocorrência de complicações. As dentaduras podem até não se encontrar ao nível dos implantes dentários, no que diz respeito a conforto e funcionalidade, mas não há dúvida de que constituem uma opção quase 100% segura para qualquer tipo de paciente.

– O facto de poderem ser facilmente removidas faz com que se tornem muito mais fáceis de limpar, simplificando assim imenso a higienização oral diária. Proceder à manutenção de implantes também não é propriamente difícil, mas não se compara ao nível de simplicidade que poderá ser obtido através da utilização de uma dentadura. Ao removê-la, poderá alcançar até mesmo a sujidade mais entranhada, evitando assim que se acumule e dê origem, não só à corrosão dos materiais, como também ao desenvolvimento de infecções das gengivas.

Efectuar a mesma rotina de higienização com implantes poderá revelar-se ligeiramente mais complicado, o que frequentemente se traduz numa limpeza menos eficaz, que eventualmente poderá acabar por vir a originar problemas. Com dentaduras, o número recomendado de visitas periódicas ao dentista também tende a diminuir drasticamente. Com isto, muito dinheiro acabará por ser poupado ao longo dos anos, uma vez que não serão necessárias tantas intervenções de manutenção por parte de um dentista.

Vantagens dos implantes dentários

– Não há dúvida de que os benefícios de um plante dentário para a função mastigatória são muito superiores aos de uma dentadura. Uma vez que os dentes artificiais se encontrarão muito bem fixados à estrutura maxilar, utilizá-los será praticamente o equivalente à utilização da estrutura dentária natural, evitando assim alguns problemas que costumam ser bastante comuns nas placas dentárias, como é o caso da deslocação e queda dos dentes de artificiais, geralmente potenciada pelos baixos níveis de estabilidade associadso às placas dentárias. Os implantes são, na verdade, a única solução verdadeiramente viável para quem pretende que a funcionalidade dos seus dentes artificiais seja comparável à dos dentes naturais.

implantes dentarios fotos antes e depois 2

Veja mais Fotos de Implantes Dentários Antes e Depois.

– A estética oral do paciente também sairá altamente beneficiada através da utilização de implantes dentários. Determinadas dentaduras produzem um efeito ligeiramente artificial, tornando-se assim mais evidente que não representam uma dentição natural. Com implantes isso não acontece, pois a estética dos mesmos está concebida de modo a simular na perfeição uma dentição real. E uma vez que se encontram muito bem fixados à estrutura maxilar, os riscos de caírem e darem origem a uma situação constrangedora são praticamente nulos. Com os implantes dentários poderá sorrir à vontade, sem qualquer receio de que se torne evidente que se submeteu a uma cirurgia de implante dentário.

– A qualidade dos resultados proporcionados por esta solução podem produzir um efeito extremamente benéfico para a auto-estima de qualquer pessoa, que acabará sempre por ser comprometida em caso de perda de dentes. Através da recuperação da estrutura dentária, será possível experienciar-se um nível muito superior de confiança e conforto pessoal, o que dará origem a um impacto verdadeiramente positivo, não só na vida pessoal, como também na vida profissional do paciente. Por mais surpreendente que possa parecer, a verdade é que muitos daqueles que experienciam a queda de um ou mais dentes acabam por vir a ser afectados por depressões, que de forma muito negativa poderão afectar o seu dia-a-dia. Lutar pela preservação de uma boa aparência visual é uma excelente forma de vir a evitar o desenvolvimento de diversos tipos de problemas de ordem psicológica.

– O bem estar do organismo em geral, e do sistema digestivo em particular, também poderá ser altamente beneficiado pela utilização de implantes dentários. Isto deve-se simplesmente ao facto de uma trituração correcta dos alimentos ser de vital importância para a manutenção de um organismo verdadeiramente saudável. Alimentos mal triturados poderão dificultar imenso todo o processo digestivo, contribuindo assim para o desenvolvimento de um vasto número de problemas gastrointestinais. Ao optar por implantes dentários, estará a eliminar muitos desses riscos que tão problemáticos se podem revelar.

– A perda de dentes é altamente responsável pela atrofia da estrutura óssea maxilar. Esse é um problema de difícil resolução, mas que pode ser combatido através da utilização de implantes dentários. No entanto, para que a protecção desejada seja obtida, é necessário que o implante dentário seja instalado pouco tempo após a queda dos dentes. Quanto mais tempo se deixar passar, maiores serão os riscos da estrutura óssea maxilar vir a apresentar insuficiências.

Quem opta por placas dentárias quase sempre acabará por se deparar com este problema, uma vez que, ao não estar preenchido pela raiz, o osso perde a sua utilidade, acabando assim por sofrer uma atrofia gradual, que geralmente só poderá ser revertida através de uma cirurgia de enxerto ósseo. Se realmente tem interesse em evitar a danificação de toda a sua estrutura óssea maxilar, então deverá sempre evitar a utilização de placas, e em vez disso optar por uma cirurgia de implante dentário. Quando efectuado a tempo, haverá a possibilidade de manter a estrutura óssea em perfeitas condições e assim evitar a sua degradação.

– Durabilidade. Quando submetidos a uma boa manutenção diária e visitas periódicas ao dentista, os implantes dentários poderão revelar-se extremamente duráveis e resistentes, havendo já casos de implantes que duraram mais de 25 anos. Este até pode ser um produto extremamente dispendioso, ao qual nem todos podem ter acesso, mas a verdade é que também representa um investimento extremamente inteligente para o futuro, que até do ponto de vista económico poderá vir a compensar.

O mesmo não pode ser dito a respeito das dentaduras, que frequentemente se revelam frágeis, acabando, muitas vezes, por não durar o número de anos pretendido pelos seus utilizadores. Ao optar por implantes, o mais certo é não precisar de vir a trocá-los nem tão cedo.

dentadura