Artrite Reumatoide – Tratamento, Sintomas, Causas e Exames de Diagnóstico

A artrite reumatoide é uma doença inflamatória que afeta sobretudo as articulações dos pés, mãos, ombros, cotovelos, tornozelos, joelhos e coluna cervical. Contudo, a sua ação não se limita às articulações, já que pode afetar outros órgãos internos, como o coração, olhos, pele, rins ou pulmões, entre outros. A artrite reumatoide é uma doença crônica, auto-imune, sistêmica e degenerativa.

A artrite reumatoide consiste na inflamação das membranas sinoviais. Estas membranas são camadas finas de tecido conjuntivo que revestem as articulações e produzem o líquido sinovial. Este é responsável pela lubrificação e nutrição das articulações. Com a inflamação dessa membrana, a pressão sobre as articulações será muito mais elevada, e o atrito muito maior, o que causará dor e outras consequências, como deformidades.

Causas

As causas da artrite reumatoide não são conhecidas. Sabe-se apenas que é uma doença auto-imune, ou seja, o sistema imunológico ataca o próprio organismo. Contudo, há estudos que mostram alguma ligação entre a genética do indivíduo e a predisposição para a doença, como também alterações hormonais e quadros clínicos infecciosos como possíveis causas. Esta doença pode ocorrer em qualquer idade, sendo no entanto mais frequente em adultos na meia-idade, e principalmente nas mulheres.

A artrite reumatoide é uma doença sistêmica, ou seja, afeta diversos órgãos e sistemas. Como já tínhamos mencionado em cima, esta doença pode afetar outros órgãos além das articulações. Assim, há diversas complicações que decorrem da artrite reumatoide, especialmente quando atinge um estado mais avançado:

  • – Pulmão reumatoide (lesões no tecido pulmonar);
  • – Lesão espinhal (quando há danos nos ossos do pescoço);
  • – Pericardite (inflamação e edema da camada que reveste o coração – pericárdio);
  • – Miocardite (inflamação e edema do músculo cardíaco – miocárdio);
  • Vasculite (inflamação de vasos sanguíneos);
  • – Aterosclerose (Endurecimento das artérias).

(Leia mais sobre: Causas e Origens da Artrite Reumatoide).

Sintomas

Sendo esta uma doença sistémica, é normal ter variados sintomas. Contudo, o principal é a inflamação nas articulações. Outro dos sintomas mais visíveis são pequenos nódulos duros, que surgem sobretudo nas zonas da pele que sofrem maior atrito (cotovelos, dedos das mãos e pés). Estes nódulos, denominados de nódulos reumatoides, podem também aparecer nos órgãos internos.

Outro dos sintomas visíveis, mas que aparece apenas num estado mais avançado, são as deformidades, causadas pela degradação gradual e progressiva das articulações. A presença de nódulos e de deformidades é característico de uma fase avançada e grave da doença. De seguida apresentamos o quadro completo de sintomas de artrite reumatoide:

  • – Dor nas articulações;
  • – Inflamação nas articulações;
  • – Nódulos reumatoides;
  • – Febre;
  • – Sensação de rigidez nas articulações;
  • – Pleurisia (dor na zona do peito, durante a inspiração);
  • – Síndrome de Sjögren (boca e olhos secos frequentemente);
  • – Comichão e ardor nos olhos;
  • – Fadiga;
  • – Dores no corpo.
  • – Dormência ou ardor nos pés e nas mãos.

(Leia mais sobre os Sintomas).

Leia Também  Tratamento para Intoxicação Alimentar

Diagnóstico

Não existe um exame que possa verificar a existência ou não de artrite reumatoide. O diagnóstico desta doença é um desafio para qualquer médico, mas com a ajuda de vários exames e estudos, é possível confirmar a doença, e dessa forma, determinar o tratamento adequado para esse paciente.

A dificuldade no diagnóstico da artrite reumatoide está sobretudo ligada ao facto de os sintomas iniciais, além de leves e graduais, serem também indicadores de muitas outras doenças. Dessa forma, e havendo a suspeita de artrite reumatoide, será necessário combinar-se os resultados nos vários exames de laboratório e das radiografias, com os sinais identificados no exame físico. De seguida apresentamos os vários exames e testes que podem ser utilizados no diagnóstico da artrite reumatoide.

  • – Exame de fator reumatoide;
  • – Exame de anticorpos anti-CCP;
  • – Análise do líquido sinovial;
  • – Radiografia das articulações;
  • – Hemograma completo;
  • – Taxa de sedimentação de eritrócitos;
  • – Proteína C-reativa;
  • – Ressonância magnética das articulações (também pode ser feito um ultrassom).

(Leia mais sobre o Diagnóstico).

Manifestações Extra-Articulares

Existem algumas manifestações extra-articulares (não ligadas diretamente com as articulações) da artrite reumatóide bastante comuns, tais como a inflamação da membrana que envolve o coração (pericardite), a inflamação da mucosa dos pulmões (pleurite) a doença pulmonar intersticial (que resulta em fibrose ou na formação de cicatrizes nos pulmões) e a vasculite reumatóide, uma complicação da artrite reumatóide que envolve as pequenas e médias artérias do corpo, muito semelhante á poliartrite nodosa.

Doenças Relacionadas com a Artrite Reumatoide

Muitas vezes existem outros problemas de saúde relacionados com outras doenças, e a artrite reumatoide não é exceção. Compilamos então uma lista de doenças que podem de alguma forma estar relacionadas com a Artrite Reumatóide. Estas condições podem ser uma causa ou sintoma de artrite reumatóide ou uma condição de saúde para a qual o paciente pode estar em maior risco:

Glânglios ou Linfonodos inchados

Os gânglios linfáticos ajudam a combater infecções do sistema imunológico do corpo. As principais Causas de inchaço dos gânglios linfáticos (glândulas) podem incluir infecção (viral, etc…).

Doença de Lyme (borreliose de Lyme)

A doença de Lyme é uma doença bacteriana, transmitida por carrapatos quando estes mordem a pele. Inicialmente, a doença afeta a pele…

Disfunção da Articulação sacroilíaca (dor nas articulações SI)

A disfunção da articulação sacroilíaca (SI) é um termo geral para refletir dor nas articulações SI.

Gota (artrite gotosa)

A gota é uma condição que resulta da acumulação de niveis elevados de ácido úrico depositados nos tecidos do corpo.

Dor no tornozelo

A Dor no tornozelo surge geralmente devido a uma entorse ou tendinite. A gravidade da entorse do tornozelo varia de leve a grave…

Lúpus

O lúpus eritematoso sistêmico é uma doença caracterizada por inflamação crônica dos tecidos do corpo causada por uma doença auto-imune ….

Leia Também  Gastroenterite - Tratamento, Causas, Sintomas, Vírus e Prevenção

Síndrome de Sjogren

A Síndrome de Sjögren é uma doença auto-imune que envolve a produção anormal de anticorpos que atacam as glândulas e …

Boca seca (xerostomia)

Este é um efeito colateral comum de muitos medicamentos comprados sem receita médica e certas condições médicas.

Neuropatia Periférica

A Neuropatia Periférica é um problema no funcionamento dos nervos fora da medula espinhal. Os sintomas podem incluir dormência, etc…

Dor no joelho

A articulação do joelho é composta por três compartimentos e ligamentos que estabilizam a articulação. Causas de dor no joelho podem incluir lesão, degeneração, artrite, raramente infecção e tumores raramente ósseos.

Cisto de Baker, cisto poplíteo ou Quisto de Baker

É o inchaço causado pelo acúmulo de líquido sinovial na parte de trás do joelho.

Artrite

A artrite é a inflamação de uma ou mais articulações. Quando as articulações estão inflamadas podem desenvolver rigidez, calor, inchaço, vermelhidão…

Joanete

O joanete é uma deformidade complexa que afeta a primeiro segmento metatarsodigital do pé, principalmente em mulheres…

Bursite no joelho

A bursite do joelho é o resultado de quando qualquer um dos três sacos cheios de líquido (bursa) inflamam devido a lesão.

Síndrome de Cushing

A Síndrome de Cushing, por vezes referido como hipercortisolismo, é um distúrbio hormonal causado pela exposição prolongada a níveis elevados de cortisol.

Costocondrite e Síndrome de Tietze

Inflamação da cartilagem costal, que liga cada costela ao esterno no conjunto costosternal, uma causa comum de dor no peito.

Pleurisia (pleurite)

A pleurisia ou pleurite é uma inflamação das membranas que envolvem os pulmões, e está associada com dor aguda no peito.

Doenças do tecido conjuntivo

Surge quando os tecidos conjuntivos do corpo estão sob ataque, possivelmente feridos por uma inflamação. As mais comuns são: o lupus eritematoso, artrite reumatóide, esclerose sistêmica progressiva ou esclerodermia, doença mista do tecido conjuntivo (também conhecida como síndrome de Sharp), síndrome de Sjögren, poliartrite nodosa e dermatomiosite.

Vasculite

A vasculite é um termo geral que se refere a um grupo de doenças raras, que apresentam inflamação dos vasos sanguíneos.

Olho seco

Este problema é causado ​​por um desequilíbrio no sistema do fluxo lacrimal do olho, resultado de idade, de alterações hormonais, ou várias doenças auto-imunes, tais como o síndrome de Sjögren, artrite reumatóide ou lúpus eritematoso sistêmico.

Doença Celíaca

A doença celíaca é resultado de uma reação imune ao glúten, uma proteína encontrada no trigo ou outros grãos e presente em muitos alimentos.

Amiloidose

A amiloidose é um grupo de doenças resultantes da deposição anormal de certas proteínas (amilóides) em várias áreas do corpo.

Interrupção no Uso de Medicamentos Esteroides (Síndrome de retirada de Esteroides)

A interrupção (abstinência) no uso de medicamentos corticosteróides, como a prednisona e a prednisolona, é muitas vezes realizada ​​para tratar várias condições, incluindo reações alérgicas como a asma, artrite reumatóide e doença inflamatória intestinal.

Fenômeno de Raynaud

O fenômeno de Raynaud é uma desordem vasoespástica que causa descoloração dos dedos das mãos e dos pés. Ele compreende tanto a doença de Raynaud (também conhecida como o “fenómeno de Raynaud primário”), onde o fenómeno é idiopático, e o síndrome de Raynaud (“fenómeno de Raynaud secundário”), quando a causa é outra, geralmente está relacionada com doenças do tecido conjuntivo, como o lúpus eritematoso sistêmico, esclerodermia e artrite reumatóide.

Leia Também  Furúnculo e Carbúnculo

Uveíte

A uveíte é uma inflamação do olho. Os sintomas incluem visão turva, dor ocular, vermelhidão ocular e fotofobia.

Osteopenia

A osteopenia é uma condição caracterizada por perda na densidade óssea, e não é tão grave como a osteoporose.

Dor Crônica

A dor crônica é uma desagradável sensação de desconforto que persiste ou progride ao longo do tempo.

Pericardite

A pericardite é a inflamação do saco do pericárdio que circunda o coração.

Doença de Still

A Doença de Still (artrite juvenil com início sistémico) é uma doença caracterizada por inflamação com febre alta e erupções cutâneas.

Esclerite

A esclerite é uma inflamação da parte branca do olho (esclera). Pode ser causada por um sério problema subjacente, tal como uma doença auto-imune.

Cisto sinovial ou Quisto sinovial

É um cisto cheio de líquido que se forma a partir do revestimento do tendão. Os cistos sinoviais são mais frequentemente encontrados nos tornozelos.

Artrite Idiopática Juvenil (artrite reumatóide juvenil)

A artrite idiopática juvenil (artrite reumatóide juvenil ou JRA) afeta anualmente uma em cada mil crianças.

Policondrite recidivante

A policondrite recidivante é uma doença rara, inflamatória, sistêmica e crônica, das cartilagem que é caracterizada por episódios recorrentes de inflamações dolorosas.

Síndrome de Felty

A síndrome de Felty é uma complicação da artrite reumatóide a longo, caracterizada pela combinação de artrite reumatóide, esplenomegalia e neutropeniao.

Biorritmo na artrite reumatóide

Ritmos biológicos, ou biorritmos, são como os nossos corpos respondem às fases regulares do sol, da lua e das estações. Durante os meses de menor exposição ao sol aumenta a incidência de artrite reumatóide. Os níveis mais baixos de vitamina D, com a sua possível influência na resistência do sistema imunitário, são uma das causas mais prováveis. Como os sintomas de artrite reumatóide, variam em intensidade ao longo do dia, a estação tem também a sua influência sobre o desenvolvimento da doença.

Tratamento

Não existe uma cura definitiva para a artrite reumatoide. Contudo, é possível através de um tratamento adequado, obter uma remissão dos vários sintomas, melhorando dessa forma a capacidade de movimento, e ainda, retardando a evolução das deformidades. Por esta razão, é essencial um diagnóstico precoce, já que sendo rapidamente identificada a doença, mais depressa se inicia o tratamento, e menos danos ela causará.

O tratamento para a artrite reumatoide é composta por várias vertentes. Além da medicamentosa, da qual já falaremos à frente, há dois pontos fundamentais. O exercício físico regular e adequado, juntamente com fisioterapia, irão ajudar a manter a capacidade funcional das articulações, e dessa forma, a mobilidade normal. Relativamente aos medicamentos utilizados, o tratamento para a artrite reumatoide vai incluir:

  • Anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) (para controlar a inflamação);
  • – Analgésicos (para as dores);
  • – Medicamentos imunossupressores para evitar a resposta autoimune (como por exemplo, a ciclosporina e o metrotrexato);

Em estados mais avançados da doença, onde as deformidades são já uma realidade, há opções de tratamento como a colocação de próteses articulares ou a cirurgia.

(Conheça todos os Tratamentos Disponíveis)

Nomes Alternativos

Artrite degenerativa, artrite anquilosante, poliartrite crônica evolutiva (PACE) ou artrite infecciosa crônica.

Foto de Mão com Artrite Reumatoide

loading...

18. Setembro 2013 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Required fields are marked *