Branqueamento Dentário a Laser

Ter os dentes brancos e bonitos é cada vez mais fácil, pois existem cada vez mais tratamentos e produtos que nos permitem alcançar esse feito. Atualmente o processo de branqueamento dentário mais comum é o branqueamento realizado no dentista, sendo este feito através da utilização de um laser. Essencialmente o processo de branqueamento dentário consiste num caldeamento, simples, rápido, eficaz e indolor, porém tendo em conta que ainda existem algumas dúvidas acerca deste método de branqueamento inovador – branqueamento dentário a laser, hoje queremos dar-lhe a conhecer um pouco melhor todos os processos que rodeiam este tratamento.

Branqueamento Dentário A LASER ANTES E DEPOIS

Como é feito o branqueamento dentário a laser?

O branqueamento dentário a laser é realizado através da emissão de feixes de luz sobre os dentes que se encontram previamente cobertos por um gel branqueador, onde os feixes de luz ao entrarem em contacto com gel ativamos seus componentes, promovendo assim uma aceleração no processo de branqueamento dentário.

Porque é que se usa um laser no processo de branqueamento dentário?

Tal como fora referido anteriormente, dá-se o uso de um laser no processo de branqueamento dentário, porque os feixes de luz emitidos pelo mesmo ao entrarem em contacto com o gel branqueador que envolve o dente, ativam os seus componentes químicos e promovem uma rápida absorção dos mesmos por parte do dente. Logo pode-se afirmar que se não fosse usado um laser neste tipo de tratamento, não se conseguiriam obter resultados positivos num curto espaço de tempo, isto porque o dente demoraria muito mais tempo a absorver os componentes branqueadores.

O branqueamento dentário a laser é perigoso?

Este é talvez um dos tratamentos dentários mais simples e rápidos. Antes de mais é fundamental salientar que neste tratamento não é usado um laser, dá-se sim este nome a este tipo de tratamento porque os feixes de luz emitidos são muito semelhantes a um laser. Quanto aos perigos associados a este tratamento, não se pode dizer que não existem, isto claro que o tratamento de branqueamento dentário não for realizado por um especialista. Deste modo eis os perigos associados a negligência por parte do profissional:

– Inflamação dos lábios;
– Irritação da pele;
– Feridas sobre as gengivas;

Deste modo se quiser submeter-se a este tipo de tratamentos é muito importante recorrer a um especialista da sua confiança e durante o processo de intervenção se sentir dores deverá dar a conhecer de imediato ao seu médico, de forma a evitar males maiores.

No processo de branqueamento dentário o uso do laser é imprescindível?

Hoje em dia com a evolução dos tratamentos nem sempre é necessário utilizar um laser no processo de branqueamento dentário, isto já irá variar muito de dentista para dentista. Pois atualmente já existem alguns geles que branqueam perfeitamente os dentes amarelos (Leia: Dentes amarelos – Causas e Tratamentos Caseiros) que não necessitam da emissão de feixes de luz para a ativação dos seus componentes, no entanto antes de se submeter a qualquer tipo de processo de branqueamento dentário procure informar-se o mais possível com o seu dentista de forma a que na altura da realização do tratamento não tenha quaisquer dúvidas.

Fotos Antes e Depois

Cuide diariamente da sua higiene oral e tenha sempre um sorriso resplandecente