Calvície (Queda de cabelo) – Causas, Tratamento (Medicamentos e Implantes)

A queda de cabelo, ou calvície, é um problema que afeta sobretudo homens. Isto acontece pois o maior responsável pela calvície é a testosterona, hormona sexual masculina. Como nas mulheres esta hormona existe em muito menor quantidade, a incidência da queda de cabelo é igualmente menor.

A testosterona, ao atingir a raiz do cabelo, vai reagir com a presença de uma enzima, que reduzirá a velocidade com que o cabelo cresce, podendo até provocar a sua morte. Como consequência, o cabelo fica cada vez mais fino, e o seu crescimento será cada vez mais lento.

A calvície, ou alopecia androgênica, é então a redução parcial ou total do volume capilar, tendo como primeiro sinal os cabelos ficarem mais finos, ou até mesmo a paragem do seu crescimento. Se nada for feito, o problema irá progredir, aumentando a área frontal sem cabelos (testa). Nos casos mais avançados, apenas resta cabelo na zona lateral e na parte de trás.

Causas da Calvície (Queda de cabelo)

A causa mais comum para a queda de cabelo é uma predisposição genética. Contudo, não é a única causa para a calvície. E pode nem sequer existir apenas uma causa, mas sim uma conjunção de diversos fatores que levam ao enfraquecimento dos cabelos, e à sua perda. Alimentação desregulada, aumento de oleosidade capilar, e até mesmo uma higiene incorreta, são alguns dos fatores que podem levar ao aparecimento ou agravamento deste problema.

A principal causa, como referimos atrás, é o fator genético. Esta herança dos progenitores, pode ser do pai, como da mãe. Também distúrbios fisiológicos, como distúrbios emocionais, potenciais causadores de alterações hormonais, são causas frequentes da queda de cabelo. A alteração do nível de hormonas pode em última análise, provocar a calvície total.

Leia Também  Maquiagem mineral

Os homens com uma predisposição natural, com o aumento dos níveis de testosterona, ficarão com os seus cabelos em risco. Esta hormona irá agir sobre as raízes dos cabelos, promovendo a perda de volume do fio, ficando mais fino. Na fase seguinte, o crescimento irá diminuir, até que pára, acabando por cair todo o cabelo. No caso das mulheres, essas alterações hormonais ocorrem principalmente na menopausa, e causam sobretudo a rarefação do cabelo.

Relativamente aos outros fatores causadores da queda de cabelo, o uso exagerado e excessivo de gel de cabelo e o aumento da oleosidade, resultado de uma higiene incorreta do cabelo, podem também provocar a queda dos fios. Mas ainda existem outras causas. O uso exagerado de alisamentos, tingimentos, ou permanentes, originam alterações no couro cabeludo, que podem também levar à queda do cabelo (alopecia traumática).

Além dos fatores anteriormente mencionados, há também um conjunto de situações menos frequentes, que causam perda de cabelo, mas de forma irregular, e muitas vezes, de forma temporária.

– Queda de cabelo resultante da quimioterapia ou radioterapia (Eflúvio anágeno). (Leia: Quimioterapia – Efeitos Secundários, Como Funciona e Objetivos do Tratamento).

– Queda de cabelo resultante do uso insuficiente de vitaminas, estresse, doenças de tiroide, ou até do consumo de drogas (eflúvio telógeno).

– Queda de cabelo provocada por doenças autoimunes. Nestes casos, o organismo produz anticorpos que irão atacar os folículos pilosos. Dessa forma, esta queda pode ocorrer em qualquer parte do corpo. A este tipo de queda de cabelo dá-se a denominação de alopecia areata.

– Queda de cabelo originada por uma infecção de fungos no couro cabeludo (tinea capitis).

Leia Também  Herpes Labial e Genital - Causas, Sintomas, Tratamento e Risco de HIV

– Queda de cabelo resultante de Lúpus eritematoso discóide.

Medicamentos que causam queda de cabelo

– Metotrexato

Tratamento

Atualmente, existem duas formas utilizadas para o tratamento da queda de cabelo: medicação e tratamento cirúrgico.

Medicação

Existem diversos medicamentos que afirmam ter bons resultados na paragem de perda de cabelos, mas os únicos com efeitos comprovados são o minoxidil e a finasterida. Além de terem um custo relativamente baixo, são recomendados pelos dermatologistas como os medicamentos a utilizar no início de um tratamento para a calvície.

Minoxidil

Este medicamento, sob a forma de uma solução, é aplicado diretamente no couro cabeludo. Os seus princípio ativos irão promover a continuação do crescimento do fio de cabelo, revitalizando dessa forma os fios de cabelos mais finos. No fim de aproximadamente 4 meses, os resultados começarão a ser visíveis. Este não é uma cura, mas sim um tratamento que é necessário fazer durante toda a vida, caso contrário, a perda de cabelo volta a ocorrer.

Finasterida

Este medicamento não foi inicialmente feito a pensar neste problema específico, mas sim na hipertrofia prostática. No entanto, a sua utilização provocou como efeito secundário, capacidade para diminuir a perda de cabelo dos doentes. Este medicamento é um bloqueador da enzima 5 alfa-redutase, que irá impedir que a testosterona tenha o efeito causador da calvície. Além deste medicamento permitir a paragem da perda de cabelos, e também que estes voltem a crescer, tem ainda a capacidade de promover o fortalecimento do fio.

Atenção: A Finasterida, além de não demonstrar grande eficácia nas mulheres, pode causar ainda malformações fetais.

Fotos Antes e Depois


(Veja mais Fotos Antes e Depois)

Tratamento cirúrgico

O tratamento cirúrgico mais utilizado para a queda de cabelo é o transplante ou implante capilar. Este método tem hoje em dia, ao contrário de outros tempos, um resultado de aspeto natural, com um crescimento harmonioso do cabelo por toda a cabeça. Usando técnicas de transplante capilar, entre as quais o microtransplante, o cirurgião irá usar fios de cabelos retirados com os folículos da nuca, e inseri-los de forma homogénea pela zona sem cabelo.

Leia Também  Dicas Para um Bronzeado Perfeito

Foto de Etapas de implante capilar Antes e Depois

Noutros tempos, os transplantes eram feitos usando pedaços do couro cabeludo ou tufos de cabelo, o que dava um aspeto pouco natural ao cabelo. Hoje em dia já não é assim, sendo o transplante capilar uma opção muito válida para parar com o problema da queda de cabelo.

O problema com os tratamentos capilares tem mais a ver com as decisões tomadas pelo paciente do que com o tratamento em si. Muitos daqueles que sofrem de calvície não consultam um médico, até o problema estar já numa fase mais avançada. Muitos compram até produtos atrás de produtos, sem saber sequer se são adequados para o seu problema específico.

Quanto mais depressa tiver a queda de cabelo diagnosticada e com a causa localizada, mais rapidamente e maiores são as probabilidades de controlar essa queda.

loading...

09. Setembro 2013 by admin

Um Comentário no Forum

  1. o que devo fazer pra recuperar os cabelos perdidos e tratar a calvice ??

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Required fields are marked *