A Colocação de Implante Dentário Dói?

O implante dentário é um procedimento que tende a originar muito receio e confusão na mente da população geral. Fruto do desconhecimento e de mitos popularizados por quem menos sabe, muitos são aqueles que são levados a acreditar que um implante dentário é, de facto, uma cirurgia perigosa e dolorosa, passível de original um elevado grau de desconforto, não só durante, como também após o procedimento.

Este receio representa um dos principais factores responsáveis pelo facto de ainda muita gente optar pela utilização de placas dentárias removíveis, que apesar de menos eficientes do que os implantes, não requerem a realização de qualquer tipo de cirurgia para que possam ser devidamente instalados. Felizmente, nem todas as histórias assustadoras que se ouve a respeito dos implantes correspondem totalmente à verdade.

Ainda que possa existir algum desconforto, conforme a natureza do tratamento e a forma como é levado a cabo, a verdade é que, regra geral, o implante dentário constitui um procedimento cirúrgico perfeitamente seguro e confortável para qualquer tipo de pessoa, independentemente da sua faixa etária e problemas de saúde oral. No entanto, para que o procedimento possa decorrer confortavelmente, é importante que o mesmo seja realizado por um profissional devidamente formado na sua área de actuação odontológica. Só assim será possível garantir resultados verdadeiramente satisfatórios e livres de contratempos.

Durante a cirurgia

O procedimento cirúrgico em si é efectuado com o auxílio de anestesia. Ao contrário da anestesia normal, aqui é utilizada sedação venosa, que funciona como um leve tranquilizante que coloca o paciente a dormir durante todo o processo. Apesar de semelhante à típica anestesia geral, os riscos são muito menores, mas as vantagens mantêm-se. Esta anestesia garante que, durante o procedimento cirúrgico, o paciente não sinta absolutamente nada.

No dia seguinte, a maior parte dos pacientes afirma nem se lembrar da picada da anestesia. Ou seja, se a sua preocupação é a possibilidade de vir a sentir dor durante a cirurgia, então pode ficar descansado, pois a mesma será levada a cabo sempre com o cuidado de garantir o conforto do paciente. E com os mais recentes avanços na área da odontologia, tornou-se agora mais fácil do que nunca evitar eficazmente que o paciente sinta qualquer tipo de dor.

É importante referir que, o tipo de anestesia utilizada é determinado em função das características do paciente e do seu problema. Assim sendo, mesmo que o paciente sofra de alguma doença que possa tornar arriscada a aplicação de anestesia, o cirurgião responsável arranjará forma de encontrar uma alternativa que permita ao paciente ser anestesiado sem que o seu estado de saúde seja negativamente afectado. Desta forma, qualquer pessoa pode usufruir de todas as vantagens inerentes a uma cirurgia de implante dentário.

Em casos mais complexos, como é o caso dos enxertos ósseos, que tendem a constituir cirurgias mais longas, o paciente também não terá de se preocupar, pois é frequente haver um anestesista na sala de operações, preparado prestar todo o auxílio possível durante a cirurgia, e assim garantir que os efeitos da anestesia se manterão impecáveis até ao final do processo. Numa clínica de qualidade, são sempre reunidos todos os esforços necessários para uma cirurgia levada a cabo com o maior nível de sucesso possível, tornando assim todo este tratamento extremamente seguro.

Após a cirurgia

cirúrgico tende a ser um pouco mais complicado do que a cirurgia em si, uma vez que o sucesso desta fase não depende apenas do cirurgião responsável, mas também do paciente. Regra geral, é normal o paciente sentir algum desconforto durante os primeiros dias que sucedem a cirurgia. No entanto, o dentista poderá receitar alguns medicamentos que ajudarão a acalmar o desconforto. É extremamente importante que o paciente siga à riscas todas as recomendações do seu dentista.

Caso essas recomendações sejam negligenciadas, então existe a possibilidade de desenvolvimento de infecções sérias, que não só causarão imensa dor e desconforto, como também atrasarão todo o processo de recuperação, comprometendo assim o sucesso do tratamento. Durante esta fase, o paciente deverá respeitar todas as regras de higienização, manter-se longe de alimentos banidos e tomar todos os medicamentos que lhe forem receitados pelo seu dentista. Se assim o fizer, então poderá usufruir de um pós-cirúrgico extremamente confortável e livre de riscos mais sérios.

Os casos em que se verifica dor por parte do paciente devem-se, maioritariamente, à falta de cuidado por parte do mesmo. Por exemplo: Durante esta fase, o paciente deverá evitar mastigar alimentos muito sólidos. Se o fizer, as dores poderão ser muitas e intensas. Ao não higienizar correctamente a boca, também haverá diversos riscos, entre eles o de infecção bacteriana. A infecção bacteriana corresponde a um dos principais inimigos de uma cirurgia de implante dentário, Estas infecções, para além das dores óbvias que causarão, também poderão exercer um efeito nocivo nos materiais, sendo que, em alguns casos, podem mesmo dar origem à queda de implantes, fazendo assim do tratamento um grande fracasso.

Após a recuperação, a utilização dos implantes não deverá, regra geral, causar desconforto absolutamente nenhum. Uma das principais vantagens dos implantes dentários é a sua capacidade única de simular na perfeição as características das raízes naturais dos dentes. Ou seja, isto significa que, quando devidamente instalados, acabará, eventualmente, por se esquecer completamente de que está a utilizar implantes dentários, uma vez que utilizá-los pouco diferente será de utilizar a sua estrutura dentária natural. É isto que faz dos implantes dentários a melhor alternativa de substituição dentária actualmente disponível no mercado. E para além de tudo isto, os resultados tendem a ser surpreendentemente duradouros. Quando levados a cabo todos os cuidados necessários, é viável esperar dos implantes uma duração superior a 20 anos.

É importante mencionar, também, que a resposta a todas estas questões aqui debatidas poderá variar significativamente consoante o tipo de implante dentário em questão. Quanto mais avançada for a técnica utilizada, mais confortável será o processo cirúrgico, e também o pós-cirúrgico. Com os  mais recentes avanços no ramo da implantodontia, já é possível usufruir de tratamentos em que o implante será instalado em poucos minutos, e a recuperação será concluída em apenas alguns dias, em vez de diversos meses, como tende a ser norma no caso dos implantes convencionais.

Foto de Resultado de Implante Dentario Antes e Depois da Cirurgia
(Veja mais Fotos Aqui).