Conjuntivite Alérgica

A conjuntivite alérgica é um tipo de alergia sazonal (também chamada de alergia perene ou ceratoconjuntivite atópica). Manifesta-se quando a camada que é transparente e opaca do tecido das pálpebras (conjuntiva ou parte branca do olho), fica afetada e lesada (incha e inflama). Isto acontece por causa de agentes do meio ambiente que circulam o organismo e o sistema imunitário.

Agentes causadores da conjuntivite alérgica

– Pólen (tasneira, arvores, flores, plantas, folhas de frutos de arvores e gramíneas)

– Caspa

– Mofo

– Ácaros do ar

– Cloro da piscina

– Fumo e fumaça

– Poluição do ar e da terra

– Uso de óculos ou lentes de contato emprestadas

– Maquilhagem em mau estado de conservação ou fora de validade

– Higiene pessoal deficiente e impropria

Há vários tipos de pólen depende do Pais e da região onde se vive. Cada pessoa é um caso diferente e especifico a tratar. Nos dias secos, quentes e com vento a probabilidade de alergia é maior. Nos dias de chuva, húmidos e frios o pólen é praticamente nulo, porque é limpo pelo próprio meio ambiente.

A conjuntivite alérgica é mais comum na Primavera e no tempo seco. A conjuntivite não é contagiosa mas deve-se evitar usar as mesmas toalhas de banho ou de rosto da pessoa infetada, durante o período que durar a infeção.

As alergias têm uma predisposição para ocorrer em grupos familiares com alguma predisposição e historial clinico destas ocorrências.

Os olhos são expostos diariamente a varias substâncias nocivas, a histamina (defesa do organismo) é solta e entram em contato com os vasos sanguíneos. Estes incham, ficam avermelhados, desencadeiam coceira e olhos lacrimejados e ardidos.

Leia Também  Alergia ao Ovo

Sintomas da conjuntivite alérgica

– Rinite alérgica

– Ardor e coceira nos olhos

– Grande hipersensilidade à luz do dia e artificial

– Leve sensação de areia dentro dos olhos

– Olhos lacrimejantes

– Grande quantidade de secreção

– Olhos vermelhos

– Secreção dos olhos viscosa

– Pálpebras inflamadas e aumentadas de tamanho

– Vasos do olho dilatados

Exames complementares

– Teste cutâneo

– Exame aos glóbulos vermelhos

– Teste da conjuntivite papilar

Tratamento para conjuntivite alérgica

– Compressas de algodão embebidas em água, leite frio ou soro fisiológico

– Lavar os olhos com água

– Manter os olhos limpos mas secos

– Anti histamínicos e anti inflamatórios

– Colírios

– Compressas frias de chá

– Preparados caseiros

A conjuntivite não é grave mas causa bastante incómodo. O desconforto é normal. Normalmente altera sempre o dia-a-dia e a rotina da pessoa. Os sintomas podem ser facilmente aliviados. Depois de detetado o agente causador da alergia, deve-se evitar a presença dele, para não haver uma recaída. Deve procurar ajuda de um médico e de preferência um oftalmologista.

Foto de Conjuntivite Alérgica

Prevenir ainda é o melhor remédio…

loading...

16. Julho 2014 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Required fields are marked *