Cor e Cheiro da Urina (Amarela, Vermelha, Castanha, Verde, Preta)

O que podemos aprender sobre a nossa saúde através da análise da cor e do cheiro da urina? Podemos aprender muitas coisas relativas ao nosso estado de saúde e as possíveis doenças relacionadas a cada cor de urina!

A urina pode revelar informações importantes relativamente ao processo de eliminação de resíduos do seu corpo, dando pistas sobre o seu estado de saúde. Os seus rins têm como função filtrar o excesso de água e resíduos solúveis produzidos pelo seu corpo, e dessa forma, eliminar toxinas e outras substâncias que, caso contrário, iriam acumular-se e provocar doenças.

Leia Também os seguintes 3 artigos bastante interessantes sobre o mesmo tema:

  1. Urina com Cheiro Forte e Desagradável – Causas e Alimentos
  2. Porque é que a minha urina cheira mal e tem um odor forte
  3. Alterações na Cor e no Cheiro da Urina

Muitas substâncias, como proteínas em excesso, açúcar, bactérias ou leveduras, saem do corpo através da urina. Em vez de ignorar a sua urina e correr de volta para qualquer atividade importante que tenha interrompido para ir urinar, deve aproveitar essa oportunidade para se familiarizar com o que é a sua urina “normal”.

Se notar mudanças na cor ou cheiro da sua urina, a causa pode ser algo tão benigna quanto aquilo que comeu no jantar da noite passada, como a beterraba ou aspargos. Ou então, podem ser pistas “sintomas de alerta” de um estado de saúde mais grave. Se suspeitar que tem um problema no trato urinário, deve consultar o seu médico. Uma das primeiras coisas que ele fará é um teste de urina. Os exames de urina são usados há mais de 6.000 anos e são ferramentas fáceis e não invasivas para avaliar rapidamente o nosso estado de saúde.

Preste atenção à sua urina e às pistas que ela lhe dá

Durante a nossa vida, os rins filtram mais de um milhão de litros de água, o suficiente para encher um pequeno lago. Surpreendentemente, um rim pode lidar com esta tarefa de uma forma fácil. Na verdade, se você perder um rim, o outro pode aumentar de tamanho 50% em apenas dois meses, para assumir as funções de ambos.

A urina é constituída por 95% de água e 5% de ureia, ácido úrico, minerais, sais, enzimas e outras substâncias que poderiam causar problemas se lhes fosse permitido acumularem-se no seu organismo. A urina normal é clara e tem uma cor amarelo palha, causada por um pigmento chamada bilirrubina.

Tal como acontece com as fezes, a urina muda de cor dependendo dos alimentos que você come, dos medicamentos e suplementos que você toma, e da quantidade de água que você bebe, e ainda, da sua atividade física e da hora do dia.

No entanto, existem também algumas doenças que podem alterar a cor e outras características da urina, e dessa forma, é importante estar atento e informado. Com tantas variáveis, você não pode ter sempre a certeza do que está a causar uma determinada característica especial na urina, sem fazer testes de laboratório. Contudo, as características da urina dão-lhe algumas pistas sobre possíveis problemas que possam estar em desenvolvimento, dando-lhe assim tempo para consultar um médico e iniciar o tratamento necessário.

De seguida descrevemos algumas das variações de cores mais comuns na urina e quais as suas possíveis origens. Na maior parte das vezes, as variações de cor resultam de alimentos, medicamentos, suplementos, ou simplesmente, de desidratação. Mas existem alguns sinais que merecem preocupação.

Urina Amarela / Ouro

Esta é a cor da urina mais típica, indicativo de um trato urinário saudável; o amarelo intensifica-se dependendo da hidratação. Algumas vitaminas do complexo B fazem com que esta fique amarelo brilhante. Neste caso não é necessário tratamento, pois este é o estado normal.

Urina Vermelha / Rosa

As causas podem ser devido a Hematúria (presença de sangue na urina) relacionada com infecções do trato urinário (ITU), pedra nos rins, ou raramente câncer, consumo de alimentos vermelhos, como beterraba, amoras, corantes alimentares vermelhos, ruibarbo; suplementos de ferro; Pepto Bismol, Maalox, e uma variedade de outras drogas; a cor clássica “vinho do Porto” pode indicar porfiria (um distúrbio genético). Consulte o médico imediatamente se suspeitar que tem sangue na urina.

Urina Branca / Incolor

A causa mais provável é a hidratação excessiva. Consulte o médico se for crônica.

Urina Cor de Laranja

Normalmente é um sinal de desidratação. Pode ser devido a “Segurar a bexiga” por muito tempo, acontecer após o exercício físico; devido ao consumo de alimentos cor de laranja (cenoura, abóbora, ou corantes alimentares), da droga Pyridium (fenazopiridina); problemas na glândula pituitária ou hipófise (vasopressina ou hormônio antidiurético). Como solução, beba mais água e não atrase a micção; consulte o médico se a cor alaranjada persistir apesar de hidratação adequada.

Urina Marrom / Acastanhada

Concentração de urina muito densa, desidratação extrema, consumo de favas, melanuria (presença de partículas escuras na urina); cálculo renal, infecção do trato urinário (ITU), tumor renal ou coágulos sanguíneos, Doença de Addison, Glicosúria (excesso de glicose na urina), Estenose da artéria renal, problemas na glândula pituitária (hipófise) (vasopressina ou hormônio antidiurético). Consulte o médico se o problema persistir mesmo com hidratação adequada, especialmente se acompanhado por fezes claras ou com a pele ou olhos amarelados (icterícia).

Urina Preta

Bastante raro: Causado pela Alcaptonúria, uma doença genética rara que afeta o metabolismo da tirosina e fenilalanina, marcado pelo acúmulo de ácido homogentisico no sangue; ou surge devido a envenenamento. Nestes casos deve consultar o médico imediatamente.

Urina Verde

Raro: Causada por infecções do trato urinário e certos alimentos (como o aspargo); vitaminas excessivas. Geralmente é uma situação benigna, consulte o seu médico se esta persistir, especialmente se tiver dor ou ardor (disúria), e / ou micção frequente (poliúria), que são sintomas de infecção do trato urinário.

Urina Azul

Bastante raro: Causada por cores artificiais existentes em alimentos ou medicamentos; bilirrubina ou hematoidina; medicamentos, tais como o azul de metileno; infecções do sistema urinário invulgares. Geralmente é uma situação benigna, consulte o seu médico se persistir, especialmente se tiver dor ou ardor (disúria), e / ou micção frequente (poliúria), que são sintomas de ITU.

Urina Turva

As causas são infecção urinária, problemas nos rins, problema metabólico, ou quilúria (síndrome clínica definida pela presença de quilo na urina devido à passagem do fluido linfático para o trato urinário), fosfatúria (uma condição do trato urinário onde existe demasiado fósforo na urina, o que faz com que a urina fique de cor turva ou escura), problemas na glândula pituitária (vasopressina ou hormônio antidiurético). Consulte o médico, especialmente se sentir dor ou ardor (disúria), e / ou micção frequente (poliúria), que são sintomas de uma infecção urinária.

Urina com Resíduos / Depósitos

As causas são proteinúria (presença de proteínas em excesso na urina) ou albuminúria (albumina presente na urina); Infecção do Sistema Urinário; pedras nos rins; de aparência nublada / turva. Consulte o médico.

Urina com Espuma

A urina com espuma; proteinúria (as causas mais comuns são diabetes e hipertensão). Consulte o médico.

A sua urina cheira a rosas?

Se você fosse uma mulher da Roma antiga e a sua urina cheirasse a rosas, provavelmente seria por ter bebido aguarrás. Ter a urina com um cheiro agradável para conquistar o seu pretendente tinha no entanto um preço alto a pagar, já que a ingestão de aguarrás pode matar! Existem muitas outras substâncias comuns que podem alterar o cheiro da urina, sendo portanto útil saber o que é uma alteração normal. A urina reflete o funcionamento interno do nosso corpo e contém uma grande variedade de compostos e subprodutos metabólicos. Alguns cães podem realmente “sentir o cheiro do cancro” na urina humana.

A urina não costuma ter um cheiro forte, mas se a sua tiver um cheiro intenso (como amoníaco), então você pode ter uma infecção, cálculos urinários, ou ainda, estar simplesmente desidratado. A desidratação provoca uma maior concentração na urina, o que pode levar a um cheiro mais forte que o normal, tal como os alimentos ricos em proteínas, como carnes e ovos. A menopausa, algumas doenças sexualmente transmissíveis, e certos distúrbios metabólicos podem também aumentar o cheiro do amoníaco. De seguida estão algumas das razões mais comuns que levam a alterações no cheiro da urina:

  • Medicamentos ou suplementos.
  • Algumas doenças genéticas, como a Doença da Urina em Xarope de Bordo, provocam um cheiro muito doce na urina.
  • Alguns alimentos – especialmente os aspargos. Os espargos são conhecidos por causar um cheiro muito desagradável, que resulta de um composto de enxofre chamado mercaptano metílico ou metilmercaptano (também encontrado no alho). Apenas 50% das pessoas pode sentir o cheiro dos espargos na urina porque apenas essas têm o gene específico. Dizem que cortar as pontas dos espargos irá, alegadamente, evitar esse cheiro. O problema é que essa é a parte mais saborosa dos espargos.
  • Infecções no trato urinário.
  • A diabetes não controlada é conhecida por causar um cheiro doce na urina, ou menos frequentemente, a fruta fermentada, na urina. No passado, os médicos diagnosticavam a diabetes deitando urina na areia para ver se ela era doce o suficiente para atrair insetos. Outros médicos apenas mergulhavam um dedo na urina e provavam. Felizmente, hoje em dia os médicos têm acesso a ferramentas de diagnóstico muito mais elegantes.

Quando sentir vontade de ir, vá!

A frequência com que urina é também importante. Urinar de seis a oito vezes por dia é a média. Você tanto pode ir mais ou menos vezes que esse número, dependendo da quantidade de água que você bebe e da sua atividade física. O aumento da frequência pode ser causado por uma bexiga hiperativa (contrações involuntárias), cafeína, uma infecção no trato urinário (ITU), cistite intersticial, aumento benigno da próstata, diabetes, ou uma entre várias doenças neurológicas.

É importante urinar quando se sente vontade. Atrasar a micção pode causar hiperdistensão da bexiga – imagine esticar tanto o homem-mola que nunca mais conseguisse recuperar a sua posição inicial. Normalmente as pessoas adiam o ato de urinar por várias razões, entre as quais não querer interromper alguma atividade para ir à casa de banho, ou então, se você tiver Parurese (também conhecida como Síndrome da bexiga tímida), o medo de urinar na presença de outros. 7% da população sofre deste problema.

Quanta água devo beber?

Eu não concordo com a regra mais comummente citada de que se deve beber entre seis a oito copos de água por dia. O seu corpo é capaz de lhe dizer o que precisa e quando precisa. Logo que o seu organismo perde 1% a 2% do seu total de água, o mecanismo de sede entra em ação para que você saiba que deve beber água – a sede deve ser o seu guia. Ou então, se você estiver no exterior num dia quente e seco, ou a exercitar-se vigorosamente, você irá necessitar de mais água do que o habitual. Mas mesmo assim, basta beber quando tiver sede para se manter hidratado.

À medida que você envelhece, o seu mecanismo de sede tende a funcionar com menos eficiência. Por isso, os adultos mais velhos poderão começar a esquecer-se de beber água regularmente, em quantidade suficiente para manter a urina amarelo-pálido. A não ser que você esteja a tomar riboflavina (vitamina B2, encontrada na maioria dos multivitamínicos), que torna a urina num tom “fluorescente” amarelo brilhante, então a sua urina deve ter uma cor muito pálida. Se você tiver cálculos renais ou na bexiga, ou uma infecção no trato urinário, deverá então aumentar a ingestão de água em conformidade.

Você e o seu sistema urinário

Você deve ter uma boa ideia sobre o quão importante é familiarizar-se com o que é normal na sua urina. A urina é uma janela para o funcionamento interno do seu organismo, e pode funcionar como uma espécie de sistema de alerta para detetar problemas de saúde.

O fator mais importante para a saúde do seu aparelho urinário está relacionado com a ingestão das quantidades adequadas de água todos os dias. Uma hidratação inadequada é o principal fator de risco para o aparecimento de pedras nos rins, podendo também levar a infecções no trato urinário. Para evitar demasiadas idas à casa de banho, deve manter-se hidratado, mas sem beber água em excesso. Beba sempre que sentir sede, mas não precisa de seguir à letra a regra dos oito copos de água por dia, todos os dias. Se você se levanta sempre durante a noite para urinar, deve então parar de beber três a quatro horas antes de se deitar.

Limite o consumo de cafeína e álcool, substâncias que podem irritar a mucosa da sua bexiga. Certifique-se que a sua dieta tem muito magnésio e evite o açúcar (incluindo a frutose e refrigerantes) e produtos de soja não-fermentados, devido ao seu alto teor de oxalato. E por fim, não aguente a urina. Assim que sentir vontade de ir, vá! Atrasar a micção é prejudicial para a saúde da sua bexiga devido à hiperdistensão.

Cores da Urina

loading...

27. Dezembro 2013 by admin

Comentários no Forum (2)

  1. Olá, o meu problema e o seguinte: Tenho 74 anos de idade, em relação a micção, durante o dia vou ao banheiro em media 4 vezes, a noite vou ao banheiro de 6 a 8 vezes, gostaria de saber o que devo fazer para controlar, ou isso e normal?.

    Att.
    Em 11 de outubro de 2015.

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Required fields are marked *