Dieta para Artrite

Existem muitos mitos sobre dietas associadas à artrite, mas alguns estudos sugerem que existem determinados alimentos que podem realmente ajudar a reduzir a dor e a inflamação, bem como retardar a progressão da artrite.

Há quem diga que os produtos lácteos causam artrite, e que o vinagre de cidra e o mel podem curá-la. Outros acreditam que as frutas ácidas, como os limões, as laranjas e as uvas, além de alguns vegetais como as batatas, beringela e os pimentos, podem agravar os sintomas.

Muitas pessoas que vivem com artrite, particularmente a artrite reumatoide, dizem também que existe uma relação entre certos alimentos e o aparecimento de crises.

Dieta Equilibrada e Saudável

Apesar de haver poucas evidências que suportem estas reivindicações, alguns estudos sugerem que certos alimentos podem ajudar a reduzir a dor e a inflamação causada pela artrite, e travar a velocidade com que esta doença progride. Estes alimentos contribuem todos para uma dieta equilibrada e saudável, o que irá ajudar com a artrite, e também, a diminuir o risco de desenvolver complicações, tais como doenças cardíacas, osteoporose (ossos fracos e quebradiços) e obesidade.

Se você estiver a tomar esteroides durante um longo período, tem mais probabilidades de desenvolver osteoporose. Para reduzir esse risco, coma alimentos ricos em cálcio e vitamina D. Os Alimentos ricos em cálcio incluem lacticínios (leite, queijo e iogurtes), nozes, sementes e peixe, tal como sardinhas e peixes de tamanho pequeno (especialmente se comer as espinhas). A luz solar é a nossa principal fonte de vitamina D, mas pode ser também encontrada em óleos de peixe e alimentos fortificados, tais como os cereais e margarinas.

Há hoje em dia um aumento de evidências que mostram que a dieta mediterrânica é boa para a artrite, bem como para um vasto conjunto de outras doenças. Esta dieta inclui uma grande variedade e quantidade de frutas, vegetais, peixe, grãos e sementes, e uma quantidade moderada de carnes vermelhas.

Acredita-se que os alimentos ricos em ómega-3 têm um efeito anti-inflamatório, o que pode reduzir a dor associada ás articulações inflamadas. O ómega-3 é encontrado nos óleos de peixe, como sardinha, cavala e salmão. Você deverá tentar ingerir pelo menos duas porções de óleo de peixe por semana.

O Ómega-3 pode também ser encontrado nas nozes e sementes (especialmente nas sementes de linhaça e de linho), e é usado regularmente para fortificar margarinas, cereais, e iogurtes com fermentos lácteos probióticos.

Alguns alimentos, como patés, comidas não cozinhadas e produtos lácteos não pasteurizados, podem aumentar o risco de desenvolver intoxicação alimentar. Se estiver a tomar medicamentos imunossupressores, você deverá evitar estes alimentos.

dieta para artrite