Efeitos Secundários dos Corticosteroides

Os hormônios são poderosas substâncias químicas que afetam muitos e diferentes processos no nosso corpo, a partir da força dos nossos ossos ao nosso peso. Como os corticosteroides são hormonas, podem ter uma vasta gama de efeitos secundários. Se está a tomar corticosteroides (corticoides), os possíveis efeitos secundários e a gravidade dos mesmos dependerá de três fatores:

  • o tipo de corticosteroides que está a tomar – os esteroides em comprimido (corticosteroides orais) são mais propensos a provocar efeitos secundários do que injeções ou inaladores;
  • o tamanho da dosagem – quanto mais elevada for a dose, maior o risco de efeitos secundários;
  • o tempo do tratamento – por exemplo, é mais provável desenvolver efeitos secundários graves se tomar corticosteroides orais por mais de três meses ou se fizer entre três a quatro tratamentos por ano.

Corticosteroides Inalados

Se tomar corticosteroides inalados durante um curto período de tempo, a maioria das pessoas tolera-os bem, com poucos ou nenhuns efeitos secundários. Os tratamentos de longo prazo para tratar condições como asma por exemplo podem provocar candidíase oral. Infecção fúngica que se desenvolve na boca. Enxaguar a boca com água após usar corticosteroides inalados pode ajudar a prevenir a candidíase oral.

Corticosteroides Injetáveis

Estes corticosteroides são injetados nos músculos e articulações e podem provocar dor e edema no local da injeção, que normalmente passa em poucos dias. As aplicações continuas com injeções de esteroides nos músculos a longo prazo podem dar origem ao enfraquecimento do músculo. Os corticoides por vezes são também injetados na corrente sanguínea quando existe necessidade de tratamento urgente. Quando injetados na corrente sanguínea podem provocar os seguintes efeitos secundários:

  • irritação do estômago, como indigestão
  • batimento cardíaco acelerado (taquicardia)
  • náuseas
  • insónias
  • sabor a metal na boca

Também pode dar origem a alterações de humor. Por exemplo, pode estar muito feliz num minuto e no seguinte, irritado, deprimido ou cansado.

Corticosteroides Orais

Efeitos secundários dos corticosteroides orais quando usados durante curtos períodos de tempo:

  • aumento do apetite que leva ao aumento de peso
  • acne – condição da pele que afeta a maioria das pessoas em alguma altura da sua vida
  • alterações de humor, como ficar mais agressivo, irritado e com pouca paciência com as pessoas
  • alterações súbitas de humor, como estar muito feliz num minuto e muito triste e cansado no minuto seguinte

Efeitos secundários da toma de corticosteroides orais durante mais de três meses:

  • ganhos de peso
  • pele mais fina que se fere facilmente
  • enfraquecimento muscular
  • uma combinação de depósitos de gordura que se desenvolvem na face (cara de lua), marcas de estrias ao longo do corpo e acne – conhecida também como síndrome de Cushing;
  • ossos enfraquecidos (osteoporose)
  • aparecimento de diabetes, ou piorar a diabetes já existente
  • tensão arterial elevada (hipertensão)
  • glaucoma – condição em que se acumulam líquidos dentro do olho
  • cataratas – patologia onde surgem pontos escuros na parte anterior do olho
  • dificuldade na cicatrização de feridas
  • redução do crescimento em crianças
  • aumento do risco de infecção

Estes efeitos secundários podem melhorar se o paciente puder reduzir a dose. No entanto, a osteoporose pode ser um problema persistente, especialmente se o paciente tiver mais de 65 anos de idade.  Isso pode tornar o paciente mais vulnerável à quebra de um osso. Nestes casos o médico pode prescrever alguma medicação, como o cálcio e suplementos de vitamina D, que ajudam a fortalecer os ossos, compensando assim os efeitos da prednisolona (um corticoide).

O paciente também pode ser indicado a fazer um exame com raios-X chamado Absorciometria com Raios-x de Dupla Energia (DEXA). Este é usado para avaliar o estado e densidade óssea. Poderão ser necessários vários exames DEXA durante o tratamento com corticoides.

As úlceras gástricas podem ser outro problema para quem toma doses elevadas de corticosteroides orais a longo prazo. Para proteger o estômago das úlceras, poderá ser prescrita uma medicação de Inibidores da bomba de protões (IBP). Estes reduzem a quantidade de ácido estomacal, fazendo-o menos vulnerável a desenvolver úlceras gástricas.

Se o paciente tomar corticosteroides orais a longo prazo, provavelmente terá que realizar exames regulares para avaliar a diabetes, tensão arterial elevada e glaucoma.

Saúde Mental

Cerca de 1 em cada 20 pessoas que tomam prednisolona oral experiencia mudanças no seu estado mental. Estas mudanças incluem:

  • sensação depressiva e suicida
  • sensação frenética (muito feliz e cheio de energia e ideias)
  • sensação de muita ansiedade
  • sentir-se muito confuso
  • alucinações (ver ou ouvir coisas que não existem)
  • ter pensamentos estranhos e assustadores

Se experienciou alguma destas mudanças, fale com o seu médico assim que possível.

Vulnerabilidade a Infecções

Os corticosteroides orais fazem com que a pessoa fique mais vulnerável a infecções, nomeadamente a vírus que provoquem: zoster) e sarampo, provocado por um paramixovírus. Qualquer pessoa pode ficar muito doente se desenvolver alguma destas infecções virais, mesmo quem já tenha sido infetado.

Evite o contacto próximo com alguém que tenha varicela, herpes zóster ou sarampo. E procure ajuda médica imediatamente se achar que foi exposto a uma infecção que provoque varicela, herpes zóster ou sarampo, ou se um membro da sua família desenvolver uma destas infecções.

 

loading...

22. Janeiro 2014 by admin

Comentários no Forum (3)

  1. Olá boa tarde
    Ja e a segunda tentativa de transplante de córnea
    que começou 11/08/15 e comecei a tomar prednisona____20Mg /comecei com 60Mg dia

    parei de tomar no dia 11/10/15 devido a falência total do tecido transplantado , eu juntamente com os médicos tentamos salvar com corticoides (prednisona) ate esta deta a cima 11/10/15.

    Então passei por outro transplante de córnea no dia 04/11/15 um Retransplante de risco…
    Então voutei com os corticoides (prednisona) logo apos a alta 05/11/15 novamente 60Mg dia. E também depois de 15 dias deram uma injeção corticoides no globo ocular.
    Hoje dia 25/11/15 eu sinto que estou estranho
    vou descrever o que sinto
    *confusão mental.
    *corpo cansado .
    *Desanimo total.
    *insônia.
    *sensação de depressão.
    *agitações pasajeras.
    *tremores.
    *Dores fotes no corpo principalmente no começo da coluna com sensação de queima.
    *pupilas dilatadas.
    *Dores nos ossos e ossos estrelando nas juntas.
    *pontas dos dedos das mãos dormentes e formigamento.
    *Dor na cabeça, braço e perna (esquerdo).
    *Ouvidos-parece que as vozes e barulhos estão mil vezes mais altos .

    Eu tive reações alérgicas quando usei a primeira vez o corticoides que começou por fora.

    E destavez eu senti começando por dentro queimando e subindo pro pescoço e me enpedindode respirar.. como se tivesse uma bola no meio do peito e na garganta.
    isso tudo pode ser Efeitos por uso prolongado da prednisona (corticoides)

  2. ola boa tarde
    há quinze atrás fizeram me uma infiltração no pé após ter feito uma rotura de ligamentos
    Mas há cerca de oito dias comecei a sentir um ardor e dormência no local onde foi feita a infiltração, ando a fazer fisioterapia e nem me pode mexer no sitio da picada que sinto logo uma dor horrivel!
    Sera normal?
    Obrigada pela atençao

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Required fields are marked *