Gastroenterite – Tratamento, Causas, Sintomas, Vírus e Prevenção

A gastroenterite é uma infecção no estômago e intestinos (intestino grosso). Os sintomas mais comuns são vómito, episódios repetitivos de diarreia (três ou mais episódios em 24 horas) e dor abdominal. Algumas causas virais também podem estar associados a febre, fadiga, dores de cabeça e dores musculares. As causas e tratamento da gastroenterite podem diferir entre crianças e adultos. Neste artigo falaremos da gastroenterite em adultos.

Vírus da gastroenterite: Rotavírus, Adenovírus, Norovírus e Astrovírus.

O que provoca gastroenterite em adultos?

As causas mais comuns de gastroenterite nos adultos são o norovírus e a Intoxicação Alimentar. A infecção interfere com uma das principais funções dos intestinos – a absorção de água do conteúdo presente na flora intestinal para o corpo. Por isso é que o sintoma mais comum de gastroenterite é a diarreia aguda e porque a desidratação (falta de água no corpo) é uma complicação comum.

Representação esquemática do norovírus

Desenvolvimento da gastroenterite

A maior parte das gastroenterites é infecciosa. A condição instala-se quando as bactérias encontradas nas fezes são transferidas para a boca. As bactérias podem ser transferidas devido a uma má higiene. Por exemplo, se não lavar as mãos após ir à casa de banho, quaisquer vírus ou bactérias nas mãos podem ser transferidos para qualquer coisa que toquem, como um copo, comida ou utensílios de cozinha.

Se tocar no objecto contaminado e depois na sua boca, ou se ingerir comida contaminada, pode ficar infetado pelo vírus ou bactéria. Uma vez infetado, desenvolver-se-ão sintomas de gastroenterite, como vómito e diarreia.

Se tiver gastroenterite, deve ficar afastado/a do trabalho 48 horas até melhorar (até libertar fezes sólidas).

Quando contactar o médico

Na maioria dos casos, a gastroenterite não precisa de ser diagnosticada pois os sintomas devem melhorar sem tratamento. Se os sintomas forem severos e persistentes, fale com o médico para retirar uma amostra das fezes para avaliação, de forma a determinar quais as bactérias ou parasitas responsáveis. Se for identificada uma bactéria ou parasita, terá de recorrer a uma medicação adequada.

Em alguns casos, podem ser realizados exames de sangue e exames de urina de forma a excluírem-se outras condições ou doenças, em especial se estiver muito em baixo e se os sintomas durarem mais tempo que o normal.

Como tratar a gastroenterite

A maioria das pessoas com gastroenterite tem sintomas leves e a infecção passa após alguns dias sem necessidade de recorrer a tratamento.
No entanto pode precisar de tratamento hospital se os sintomas forem graves, ou se estiver vulnerável devido à sua idade ou outra doença existente. Isto porque a diarreia pode provocar desidratação, e se for grave, pode ser fatal.

Os perigos da desidratação significam que é muito importante restabelecer os fluidos perdidos através do vómito e da diarreia. Deve beber pelo menos 2 litros de água por dia, além de 200ml após cada episódio de diarreia.

Em pessoas mais vulneráveis, como os idosos ou pessoas com outra doença, para lidar com os efeitos da desidratação pode-se recorrer a terapia oral de reidratação.

Em casos mais graves de gastroenterite pode ser receitada medicação antidiarreica ou antieméticos (medicação contra a má disposição).

(Conheça todas as opções disponíveis para o Tratamento da Gastroenterite).

Como prevenir a gastroenterite

A gastroenterite é altamente infecciosa, logo é importante tomar medidas para prevenir que esta se alastre a outras pessoas. Por exemplo:

• lavar as mãos após ir à casa de banho e antes de comer ou preparar comida
• limpar a sanita, incluindo o manipulo e o assento, com desinfetante após cada episódio de vómito ou diarreia
• não partilhar toalhas, roupas, talheres ou utensílios com outros membros da casa
• esperar 48 horas, após o último episódio de vómito ou diarreia, antes de voltar ao trabalho