Inflamação – O que é, Evolução, Tipos, O que é um abscesso

Um dos termos mais usados na medicina é inflamação. Mas o que é isso? Neste artigo iremos explicar o que é uma inflamação, em que consiste e os seus sintomas. Além disso, iremos também abordar uma das suas manifestações, o abscesso.

pés inflamados devido a frieiras

O que é uma inflamação?

Imagine que você fica com uma ferida após a colocação de um piercing (Leia: Body Piercing – Perigos, Complicações e Fotos de Infecção). A pele é o órgão que protege o organismo de todos os elementos que se encontram no meio ambiente, entre os quais bactérias. Ao abrir-se uma entrada, as bactérias entrarão.

Rapidamente o organismo agirá, e os glóbulos brancos, células sanguíneas com a função de defesa, atacarão essas bactérias. Está iniciado o processo inflamatório, sendo este uma resposta natural do corpo contra os agressores que estão a infetar o organismo. Ou seja, uma inflamação é um procedimento de defesa natural e desejável!

Com o início do processo inflamatório, os glóbulos brancos, além de atacarem as bactérias invasoras, vão também libertar mediadores inflamatórios que irão promover um maior fluxo sanguíneo, de forma a levar mais glóbulos brancos até ao local da infeção. É assim normal uma zona infetada ficar mais quente e vermelha.

Além disso, para atacar as bactérias, os glóbulos brancos têm de atravessar as paredes dos vasos sanguíneos, de forma a poder alcançá-las.

Ao fazê-lo, estarão a facilitar a saída de proteínas e plasma do vaso sanguíneo, provocando um edema no local infetado (Leia: Inchaços e Edemas – Causas, Tipos e Tratamento). É devido a isso que, além do ardor, vermelhidão e dor, é também normal a zona ficar um pouco inchada. Também é natural, em inflamações maiores e mais difíceis de combater, o aparecimento de febre. O aumento da temperatura é um dos mecanismos de defesa do organismo, pois ajuda a facilitar o combate às bactérias e vírus.

Assim, os sintomas normais de uma inflamação são:
– calor;
– vermelhidão;
– lesão ou ferida;
inchaço;
– febre.

Sendo uma inflamação uma forma do organismo se defender, é preferível sempre controlá-la, pois os seus efeitos também não são positivos. No entanto, devemos sempre dar algum tempo ao corpo para resolver sozinho a situação.

Apenas se devem tomar medicamentos se ele não o conseguir resolver em pouco tempo, ou em casos de inflamações mais graves como pneumonias, artrites, inflamações nos ouvidos ou na garganta, na meningite, entre outras. Os medicamentos que controlam os processos inflamatórios são os anti-inflamatórios. (Leia: Anti-Inflamatórios – Como Funcionam, Ação e Efeitos Colaterais.

Evolução de uma inflamação

Uma inflamação progride em quatro fases.

– Começa com o ataque inicial dos glóbulos brancos mais próximos da infeção. À medida que fazem esse ataque, libertam mediadores inflamatórios que irão alterar o fluxo sanguíneo, aumentando-o, gerando dessa forma vermelhidão e calor.

– Os glóbulos brancos necessitam de atravessar as paredes dos vasos sanguíneos, ocorrendo por isso o aumento da permeabilidade vascular. Isso irá provocar o inchaço da zona infetada.

– Ocorre uma migração de glóbulos brancos para esse local, trazidos pelo sangue, que irão reforçar os glóbulos brancos já em combate às bactérias.

– O combate às bactérias irá consistir essencialmente na fagocitose: os glóbulos brancos deformam-se, rodeando e englobando a bactéria, digerindo-a de seguida. Este combate poderá resultar no tratamento da infeção, ou então, dar origem a outros mecanismos de defesa do organismo.

Tipos de inflamação

A inflamação pode dividir-se fundamentalmente em duas categorias: crónica ou aguda. Apesar dos nomes, a distinção entre ambas as classificações não está ligada à gravidade da infeção, mas sim, ao tempo que dura. Assim, uma inflamação crónica é aquela que ao fim de três meses ainda não está curada. Todas as inflamações que duram menos que esse período de tempo denominam-se agudas.

O que é um abscesso

Quando ocorre uma infeção, uma das suas consequências é a acumulação de pus nesse local. O pus é um líquido que resulta da acumulação de todo o tecido que foi danificado na zona, glóbulos brancos mortos ou ainda em combate, bactérias e outras substâncias estranhas.

Esta acumulação irá originar a infamação das zonas envolventes, mas também, do inchaço e elevação de uma zona da pele. Assim, os abcessos podem aparecer em qualquer zona do corpo, sendo normalmente bem visíveis. Além do seu aspeto, provocam também bastante dor.

29. dezembro 2014 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *