Meliloto (Melilotus Officinalis)

O meliloto, melilotus officinalis, pertence à família Fabaceae (famílias das leguminosas), é também conhecido pelos nomes de trevo amarelo e por flor do mel. Espanha, Argentina e Itália são os países de onde a planta é original e são também três principais produtores da planta – a explicação é simples e reside no facto de possuírem um clima temperado, ideal à sua produção.

meliloto Melilotus officinalis

Propriedades e Benefícios da Planta Medicinal

Devido à presença de saponina, flavonóide, ácido múcico, cumarina e óleo essencial na sua composição, o meliloto tornou-se uma planta medicinal conhecida pelas suas propriedades anti-sépticas, anti coagulantes, cicatrizantes, diuréticas (Leia: Diuréticos –  Tipos, Efeitos Secundários, Para Que Servem e Como Funcionam), calmantes, adstringentes e anti espasmódicas sendo sobretudo utilizado para combater digestões difíceis, febres intermitentes e as insônias; é também um aliado poderoso no combate à celulite infecciosa, inchaços, conjuntivite e eritema cutâneo, insuficiência venosa, sensação de peso nas pernas, hemorragias, hemorróidas; ajuda, também, a estimular a circulação linfática.

O que deu notoriedade à planta e o que convenceu o público sobre a sua eficácia foi ter cumarina e flavonóides na sua composição, sendo que a cumarina atua sobre as veias fortalecendo as paredes dos vasos sanguíneos e os flavonóides possuem efeitos anti inflamatórios.

O meliloto apresenta folhas com características trifoliadas e vagens curtas, as suas flores são amarelas ou brancas dispostas em cachos longos e pendentes do tronco. E são precisamente as partes aéreas da planta a serem aproveitadas para fins medicinais.

As propriedades medicinais da planta podem ser aproveitadas através de uso interno e ou externo por via de infusões, banhos e aplicação de cataplasmas.

Chá de Meliloto

Para a preparação da infusão deve colocar duas colheres de folhas secas do meliloto numa chávena de água a ferver, após deixar em repouso durante aproximadamente dez minutos deve coar a preparação. Devem ser consumidas não mais de três chávenas de chá por dia.

Para a preparação do banho deve juntar o equivalente a duas colheres de sopa da planta a 1,5 litro de água a ferver, deverá deixar também repousar durante aproximadamente quinze minutos e coar o preparado – junte o preparado final à água do banho. Deverá banhar-se no preparado durante pelo menos dez minutos por dia.

Cataplasma

O modo de preparar a cataplasma de meliloto é semelhante à preparação da infusão à excepção de quando a sua finalidade for a aplicação na zona dos olhos. Neste caso deverá juntar a uma colher de sopa de melioto, duas colheres de sopa de tanchagem e 1 colher de sopa de lóios-de-jardim, e, colocar numa chávena de água a ferver, embeber rodelas de algodão no preparado e aplicá-las sobre as pálpebras fechadas durante pelo menos cinco minutos.

Contra Indicações

O aproveitamento das características medicinais da planta está absolutamente desaconselhado a indivíduos que estejam a tomar medicação anti coagulante, a crianças, lactantes e grávidas.