Mitos sobre saúde

Na sabedoria popular existem muitos conhecimentos que não são acompanhados pela ciência. No entanto, muitos dessas ideias são encaradas como verdadeiras, podendo prejudicar a sua saúde. Neste artigo iremos revelar a verdade relativamente a muitos mitos sobre saúde.

mitos sobre saúde

Celular pode causar um tumor cerebral

Apesar da enorme aceitação dos celulares entre a população, na realidade mantém-se o receio que estes possam provocar tumores na cabeça. No entanto, ao fim de vários estudos, ainda não se conseguiu provar que haja qualquer relação. Sim, os celulares provocam alguma interferência magnética, que pode influenciar alguns aparelhos mais sensíveis, mas não há qualquer comprovação científica relativamente ao suposto efeito no organismo humano.

Fazer uma doação de sangue engorda

Quando se doa sangue, é retirado normalmente meio litro, no máximo, de sangue. Durante as 24 horas seguintes, o organismo irá trabalhar para repor novamente essa quantidade. Assim, a doação de sangue não irá emagrecer, e muito menos, engordar, já que nada é ingerido.

Os alimentos diet têm menos calorias

Este é um dos mitos mais explorados por uma certa indústria. Na realidade, na maioria das vezes, este género de alimentos possui a mesma quantidade de calorias. No entanto, irão sim ter menor quantidade de açúcar, o que fará com que tenha maior quantidade de outros nutrientes para compensar, como por exemplo gordura.

Margarina é mais saudável que a manteiga

A margarina é uma gordura vegetal e a manteiga é uma gordura animal. À partida, a primeira deveria ter algumas vantagens. No entanto, mesmo que alguma vantagem exista, não se pode colar o termo saudável a qualquer uma delas, já que ambas colaboram para o aparecimento do colesterol “mau”, LDL. Além disso, na elaboração da margarina, há um processo de hidrogenação, que irá produzir gorduras trans, que favorecem o colesterol “mau”, diminuindo o colesterol “bom”, HDL.

Rapar o cabelo aumenta a sua grossura e escurece-o

Quando se rapa o cabelo, é importante perceber que não se está a fazer outra coisa do que cortá-lo. Seja mais acima, ou seja mesmo rente ao couro cabeludo, nada se altera na raiz que se mantém no mesmo lugar. Por isso, as características do fio de cabelo mantêm-se exatamente iguais. Mas porque é que surgiu este mito?

Esta ideia vem sobretudo do facto de a barba do homem engrossar desde que começa a barbear. Na verdade, isso acontece pois o homem normalmente começa a barbear-se enquanto adolescente, e nessa fase, as hormonas promovem que a barba seja mais fina. Quando chega a adulto, esses fatores hormonais deixam de existir, passando a ter a sua grossura normal. Outra razão para esse mito é o facto de o cabelo, quando tem um certo tamanho, é descolorido naturalmente pelo sol, ou por substâncias químicas. E ao rapá-lo, quando cresce, não estando descolorido, irá parecer mais escuro. No entanto, a sua cor é a mesma.

A marijuana faz menos mal que o cigarro

Esta é uma ideia que tem vindo a passar entre os jovens e os consumidores de marijuana (maconha), mas sem fundo de verdade. Na realidade, ambos irão ter várias substâncias cancerígenas, sendo que no caso da marijuana, terá 4 vezes mais alcatrão e maior percentagem de substâncias causadoras de câncer. A origem do mito vem do facto de um consumidor de marijuana fumar em menor quantidade que um consumidor de cigarros.

Saiba mais sobre Maconha  (Marijuana, Cannabis Sativa).

Beber água com açúcar ajuda a acalmar

O açúcar é um nutriente energético. Como tal, não tem qualquer efeito calmante. Normalmente, o ato de beber água com açúcar tem um efeito placebo, já que a pessoa acredita que irá ajudar a acalmar. Assim, psicologicamente até poderá aliviar, mas na realidade, nada se alterou no organismo, não tendo efeito calmante no seu funcionamento.

O consumo exagerado de doces provoca diabetes

Por si só, o consumo exagerado de alimentos ricos em açúcar não irá levar ao aparecimento de diabetes, a não ser que haja um problema de obesidade associado. De resto, a diabetes é um problema geralmente genético. Por isso, se não tem essa doença, e se não tiver excesso de peso, o consumo exagerado de doces não irá provocar diabetes.

Comer chocolate causa o aparecimento de borbulhas

Quando começam a aparecer muitas borbulhas na cara, acne, espinhas, é normal relacionar logo com o consumo de chocolate nos dias anteriores. No entanto, não há qualquer prova científica que possa suportar essa relação.

Não deve tomar banho a seguir às refeições

Seja em casa, seja na praia, seja na piscina, esta é daquelas recomendações ouvidas vezes sem conta. No entanto, o argumento utilizado está errado. Pensa-se que a água fresca irá fazer parar a digestão, podendo até levar à morte. No entanto, o problema não está na temperatura da água, mas sim no que se faz dentro dela. Durante a digestão, é direcionado para os órgãos digestivos um maior fluxo sanguíneo. Assim, se fizer algo durante esse tempo que possa desviar esse fluxo, então a digestão pode parar. Exercícios mais vigorosos como correr ou nadar durante a digestão podem provocar essa paragem. Por isso, se entrar na água apenas para se refrescar, não tenha problemas. Mas se está a pensar entrar na água para ir nadar, após a refeição, então sim, deve pensar duas vezes antes de o fazer.

O uso de anticoncecionais faz engordar

De uma forma geral, não existe qualquer relação entre o uso da pílula e o aumento de peso. Se olharmos para estudos já feitos, em média, o aumento de peso é residual comparativamente a mulheres que não tomam a pílula. Como razão da existência deste mito são casos raros em que a alteração hormonal na mulher ocorre para lá dos efeitos normais, podendo ter como efeito o aumento de peso. Contudo, são casos excecionais, com outras razões por detrás.

Os antibióticos inibem o efeito da pílula

Este mito tem algum fundo de verdade. No entanto, entre os inúmeros fármacos antibióticos apenas alguns poucos poderão ter o efeito de inibir o efeito da pílula. Os antibióticos que poderão cortar o efeito são a rifanpicina, as penicilinas, a tetraciclina e o metronidazol. Os restantes não irão produzir qualquer tipo de consequência nesta área.

A masturbação faz crescer pelos nas mãos

A masturbação é um ato completamente natural, não tendo quaisquer efeitos prejudiciais para a saúde. Existem diversos mitos relacionados com a masturbação, não tendo quase nenhum fundamento. Assim, dizer-se que a masturbação faz crescer pelos nas mãos, que causa cegueira, que causa acne, que aumenta o pénis, entre outros, é falso e incorreto.

Preservativo não protege contra a SIDA e contra as DST

É interessante que este mito ainda se mantenha em muitas cabeças hoje em dia, sendo enorme a informação e a publicitação das vantagens dos preservativos e outros anticoncecionais. O preservativo ainda é o anticoncecional mais simples de usar, sendo extremamente eficaz (quase 100%) protegendo o seu utilizador e o seu parceiro da transmissão de doenças sexualmente transmissíveis (DST), e ainda da gravidez. Durante a ejaculação, o preservativo irá impedir que haja contacto entre os fluidos de cada um dos parceiros sexuais, impedindo dessa forma o contágio.

Beber água ainda em jejum ajuda a emagrecer

Existem diversas teorias no que diz respeito a métodos de emagrecimento. Muitas delas estão incorretas, sendo por vezes até prejudiciais, e outros que simplesmente não têm qualquer efeito. Este é um destes casos. No entanto, apesar de não haver qualquer prova que faça emagrecer, beber água faz sempre bem.

Homeopatia é tão eficaz como a medicina tradicional

Este tema é algo polémico, no entanto há diferenças entre ambos. A medicina tradicional tem em tudo o que faz estudos em que se baseiam para os diversos tratamentos feitos. Na homeopatia nem sempre isso acontece. Além disso, há diversos estudos científicos que mostram que boa parte da homeopatia tem um efeito de placebo no paciente, que nem sempre funciona. Podemos por isso dizer que de forma geral não funciona tão bem como a medicina tradicional? Pensamos que sim. No entanto, deve ser ficado claro que a homeopatia tem as suas vantagens, sendo até por vezes mais eficaz em determinadas situações que a própria medicina tradicional.

Comer bananas ajuda com as caibras

As bananas são uma fonte de potássio, sendo por isso um alimento importante para pessoas que possam sofrer ocasionalmente caibras devido à falta deste mineral. Contudo, existem outros tipos de caibras, mais frequentes, que tenham outras causas, e nos quais a banana não terá qualquer efeito.

Leia mais sobre Câimbras – Causas, Tratamentos, Alimentação e Remédios Caseiros.

O estress provoca o aparecimento de úlceras do estômago

As situações de grande stress, ou de stress continuado, podem causar distúrbios estomacais semelhantes aos sintomas de uma úlcera, tais como a azia e a sensação de ardor. No entanto, nessas situações a realização de uma endoscopia revelará que não existe nenhuma ferida na parede do estômago, pois as úlceras gástricas têm uma causa bem definida, que são a infeção por parte da bactéria H. Pylori, ou o uso regular de anti-inflamatórios.

Urinar sobre a pele queimada por uma alforreca alivia

Esta ideia está muito espalhada nos Estados Unidos, e devido aos programas televisivos e ao cinema, tem-se propagado pelo mundo inteiro. No entanto, não há qualquer prova que suporte os seus benefícios. Além disso, em determinados casos, pode ainda estimular os tecidos da alforreca ainda agarrados a produzir maior quantidade de veneno, que irá agravar a queimadura.

Hipertireoidismo causa obesidade

Apesar desta doença favorecer o aumento de peso, na realidade, não é causa suficiente para obesidade. Com hábitos de vida saudáveis, é possível ter esta doença e não ser obeso. Assim, mesmo sendo usada como desculpa por muitas pessoas com excesso de peso, na realidade é apenas um fator entre muitos outros.

Comer cenoura ajuda a melhorar a visão

Uma das causas de cegueira está relacionada com a falta de vitamina A, sendo a cenoura um alimento rico neste nutriente. No entanto, para as pessoas que não têm deficiência de vitamina A, comer mais cenouras não irá ter qualquer efeito a nível da visão, pois não tem à partida falta deste nutriente. Ajudará a melhorar em casos de pessoas doentes e com falta desta vitamina, mas para a grande maioria das pessoas, não trará quaisquer benefícios para a visão.

Tratar cálculos renais com chá quebra pedra

Este chá tem tanto de quebra pedras como outro chá. Quando existem cálculos renais, o aumento de líquidos irá ajudar a retirar os cálculos renais mais pequenos, que ainda tenham alguma facilidade em percorrer os tubos uriníferos. Sendo assim, bastará aumentar a ingestão de líquidos (pobres em sais minerais), e terá esse efeito. Seja o chá quebra pedras, seja outro líquido qualquer.

Beber café ajuda na ressaca

Muitas vezes ouve-se dizer a alguém que está de ressaca para beber café. Sendo um estimulante, é muitas vezes utilizado nesse sentido. No entanto, o café é também um diurético, o que fará com que elimine mais água. Sendo a desidratação um dos motivos dos sintomas da ressaca, o café pode então piorar ainda mais a ressaca.

Usar manteiga para as queimaduras

Existem muitos mitos relacionados com o tratamento de queimaduras: usar manteiga, usar uma moeda, usar gelo, ovo, óleo, etc. No entanto, a melhor forma de tratar uma queimadura continua a ser simplesmente usar água fria, e depois, um creme próprio. Todas as outras substâncias poderão promover a sua infeção, e ainda, atrasar a cicatrização natural.

Consumir vitamina C ajuda a prevenir a gripe

Apesar de ser um mito bastante popular, mesmo entre muitos médicos, na realidade não há existência que qualquer estuda que o comprove, bem pelo contrário. Num estudo de 2007, metade dos pacientes tomou um placebo e a outra metade vitamina C, e os resultados relativamente à gripe foram muito semelhantes.

A gripe A é mais grave que a gripe comum

Bem pelo contrário, já que o número de mortes da gripe comum é bem maior que o número de casos fatais na gripe A. Este mito formou-se sobretudo pela exposição mediática nos últimos anos sobre esta doença, ao invés da gripe comum. No entanto, a gripe A tem alguns grupos de pessoas com maior risco de morte que a gripe comum, nomeadamente bebés, grávidas e pacientes a usar imunossupressores.

Apanhar frio com o corpo molhado provoca o aparecimento de gripe

Na realidade, a gripe é uma infeção viral, e como tal, nada tem a ver com o frio que se apanha no corpo. Este mito aparece sobretudo relacionado com a altura do ano em que ocorre a gripe, nomeadamente nos meses mais frios. No entanto, a gripe é mais habitual nesta altura por duas razões: em primeiro, é porque é nesta altura do ano em que o vírus ocorre naturalmente, e também, porque devido ao frio, as pessoas tendem a ficar em espaços fechados, o que ajuda ao contágio.

O ser humano apenas utiliza 10% do seu cérebro

Na realidade, como já está comprovado através de estudos que analisaram estruturalmente e metabolicamente o cérebro, além de neuro imagens, o cérebro humano tem uma utilização superior a esse valor. Além disso, em todos os estudos feitos ao cérebro, ainda não se descobriu áreas que não estejam ativas.

Deve-se beber 2 litros de água por dia

Antes de mais, este é daqueles mitos que não prejudica a saúde, bem pelo contrário. No entanto, o valor de 2 litros é muito variável, e não incorpora apenas a bebida água. Qualquer líquido entrará neste valor. Claro que será muito mais saudável beber apenas água, do que refrigerantes, contudo, se beber, estará também a ingerir água. E ainda, é preciso não esquecer que os alimentos contêm água, tendo alguns uma percentagem bastante elevada deste líquido. Mas os 2 litros são apenas um valor médio, pois cada pessoa é diferente, e terá necessidades diferentes até consoante o dia e a época do ano. Não se pode dizer que deve beber 2 litros de água no Inverno e o mesmo no Verão, por exemplo.