A esteatose hepática, vulgarmente conhecida como acumulação de gordura no fígado, é uma doença única, mas com múltiplas causas possíveis. Seja qual a origem da doença, esta irá manifestar-se geralmente da mesma maneira. Neste artigo iremos apresentar as diversas causas para a gordura no fígado. Leia também o artigo principal sobre Gordura no fígado.

foto de gordura no fígado

Quais são as causas de esteatose hepática?

Como referimos atrás, existem muitas causas para este problema, havendo no entanto algumas que são mais frequentes. Assim, as principais causas para a esteatose hepática estão associadas à hipertensão arterial, aumento do colesterol e triglicerídeos, diabetes, obesidade, alcoolismo, distúrbios metabólicos (síndrome metabólica) e a toma de alguns medicamentos.

As causas para esta condição clínica podem ser divididas em 3 grupos: causas químicas, causas nutricionais e causas hormonais.

Causas químicas

Neste grupo podemos incluir como possíveis causas da esteatose hepática componentes químicos, fármacos e drogas, tais como o álcool, cortisona, tetracloreto de carbono, ou tetraciclinas, entre outros. De todos os elementos mencionados, a substância com o efeito mais prejudicial é claramente o álcool. Normalmente, a gordura no fígado originada por estas causas irá manifestar-se através de um inflamação associada com febre, fadiga e icterícia. (Conheça mais Sintomas de gordura no fígado).

Causas nutricionais

Uma das causas mais frequentes para a esteatose hepática está ligada a carências e a distúrbios nutricionais. Obesidade, carência proteica, jejum prolongado e até, uma cirurgia de bypass intestinal (bypass gástrico). Como em muitos destes casos, sobretudo na obesidade, estamos a falar de causas que perduram no tempo, é habitual a esteatose evoluir até à lesão hepática, com inflamação associada.

Causas hormonais

Nestas situações, seja devido a uma doença, como a diabetes mellitus (doença metabólica), seja devido a uma condição ocasional, como a gravidez, há repentinamente uma acumulação de uma grande quantidade de gordura no fígado. Nesta situação, o volume do fígado irá aumentar, provocando dessa forma dor na zona superior direita do abdómen.

Conheça também alguns alimentos saudáveis e desintoxicantes no artigo: Dieta para Gordura no Fígado.