Precauções e Efeitos Secundários dos Antidepressivos

Os efeitos secundários dos antidepressivos podem causar alguns problemas inicialmente, mas geralmente melhoram com o tempo. É importante persistir com o tratamento, mesmo que seja afetado pelos efeitos secundários, já que demorará várias semanas até que comece a sentir os efeitos benéficos destes medicamentos. Com o tempo, irá perceber que os benefícios do tratamento compensam os problemas relacionados com os efeitos secundários.

Antidepressivos ISRS e SNRI

Os efeitos secundários mais comuns dos inibidores seletivos de recaptação de serotonina (ISRS) e dos inibidores de recaptação de serotonina e norepinefrina (SNRI) incluem:

  • Sensação de estar doente;
  • Fraco desejo sexua1;
  • Dificuldades em atingir o orgasmo durante o sex0 ou durante a masturbação;
  • Nos homens, dificuldade em obter ou manter uma ereção (disfunção erétil);
  • Visão enevoada;
  • Diarreia ou obstipação;
  • Tonturas;
  • Boca seca;
  • Sentir-se agitado ou trémulo;
  • Não dormir bem (insónias), ou pelo contrário, sentir muito sono;
  • Perda de apetite;
  • Sudorese excessiva;
  • Bocejar.

Estes efeitos secundários podem melhorar com o tempo, apesar de alguns poderem persistir ocasionalmente.

Antidepressivos Tricíclicos (TCA)

Os efeitos secundários comuns dos antidepressivos tricíclicos incluem:

  • Boca seca;
  • Obstipação;
  • Enurese;
  • Dificuldade em urinar;
  • Enevoamento ligeiro da visão;
  • Sonolência.

Os efeitos secundários devem aliviar após 7 a 10 dias depois do organismo começar a usar o medicamento.

Antidepressivos Inibidores da monoamina oxidase (MAO)

Os efeitos secundários comuns dos Inibidores da monoamina oxidase (MAO) incluem:

  • Visão enevoada;
  • Tonturas;
  • Sensação de estar doente;
  • Tremores;
  • Dificuldade em dormir.

Em casos raros, os Inibidores da monoamina oxidase podem potencialmente causar uma gama abrangente de outros efeitos secundários. Deverá consultar o seu médico se estiver preocupado com algum sintoma menos habitual que esteja a sentir. Têm havido casos em que os antidepressivos Inibidores da monoamina oxidase causaram um aumento perigoso da pressão arterial. Isso pode causar sintomas como:

  • Rigidez no pescoço;
  • Dor de cabeça severa;
  • Dores no peito;
  • Sentir-se ou ficar doente;
  • Um ritmo cardíaco anormalmente alto.

Se sentir esta combinação de sintomas listados acima, procure imediatamente ajuda médica urgente ligando o 112 para pedir uma ambulância.

ISRS e SNRI e Síndrome da Serotonina

A síndrome da serotonina é um efeito secundário pouco comum, mas potencialmente grave, relacionado com os IRSR e SNRI. A síndrome da serotonina ocorre quando os níveis de serotonina no cérebro tornam-se demasiado elevados. É normalmente ativado com a toma de ISRS e SNRI em combinação com outros medicamentos (ou substâncias) que também aumentem os níveis de serotonina, tal como outros antidepressivos ou a Erva de São João (Hipericão (Hypericum perforatum).

Os sintomas de síndrome de serotonina leve a moderado incluem:

  • Confusão;
  • Agitação;
  • Espasmos musculares (Câimbras);
  • Sudorese;
  • Calafrios;
  • Diarreia.

Se sentir estes sintomas, deverá interromper a medicação e consultar imediatamente o seu médico.

Os Sintomas de síndrome da serotonina severa incluem:

  • Temperatura muito elevada (febre) de 39.4°C (103°F) ou superior;
  • Convulsões (ataques);
  • Batimento cardíaco irregular (arritmias cardíacas);
  • Inconsciência.
  • Hiponatremia

Os Idosos que tomam ISRS podem experimentar uma queda súbita e severa dos níveis de sódio (sal), conhecida como hiponatremia. Isto pode conduzir a uma acumulação de líquido no interior das células do organismo, o que pode ser potencialmente perigoso. Este efeito secundário pode ocorrer devido ao facto dos ISRS bloquearem os efeitos de uma hormona que ajuda a regular os níveis de sódio e de líquidos no organismo. Os idosos são os mais vulneráveis já que o seu organismo tem maior dificuldade em regular os níveis de fluidos.

A Hiponatremia leve pode provocar os seguintes sintomas:

  • Sensação de estar doente;
  • Dores de cabeça (Cefaleias);
  • Dores musculares;
  • Redução do apetite;
  • Confusão.

A Hiponatremia moderada a severa pode causar os seguintes sintomas:

  • Sensação de apatia e cansaço;
  • Desorientação;
  • Agitação;
  • Psicose (incapacidade de perceber a diferença entre a realidade e a imaginação);
  • Convulsões (ataques).

Os casos mais graves de hiponatremia podem causar:

  • Coma;
  • Interrupção da respiração (ventilação pulmonar).

Se suspeitar que você (ou alguém ao seu cuidado) tem hiponatremia leve, deverá ligar ao seu médico para pedir conselho e interromper a toma de ISRS. Se suspeitar de hiponatremia severa, ligue o 112 e chame de imediato uma ambulância. A Hiponatremia pode ser tratada através da introdução de uma solução de sódio no organismo através de gotejamento intravenoso.

Nos pacientes em que se pense haver o risco de ocorrência de hiponatremia devem ter os seus níveis de sódio medidos antes de serem prescritos os ISRS, e depois, nas semanas seguintes (a maioria dos casos de hiponatremia relacionados com ISRS ocorrem na primeira semana de tratamento). Os níveis de sódio podem ser medidos através de um teste sanguíneo.

Diabetes

O uso crónico de ISRS (antidepressivos inibidores seletivos da recaptação da serotonina) e TCA (antidepressivos tricíclicos) pode estar ligado a um aumento do risco de desenvolver diabetes tipo 2.

Um estudo publicado em 2010 descobriu que as pessoas que tomam esse tipo de antidepressivos todos os dias, durante mais de um ano, têm uma probabilidade duas vezes mais elevada para desenvolver diabetes tipo 2 do que a população em geral.

Este aumento do risco pode ser devido a um ganho de peso que ocorre nalgumas pessoas que usam os antidepressivos durante muito tempo. Se o paciente tem peso a mais, tem maiores probabilidades de desenvolver diabetes tipo 2.

Antidepressivos e o Risco de Suicídio

Algumas pessoas têm pensamentos suicidas e um desejo de automutilação quando começam a tomar antidepressivos. As Pessoas jovens com menos de 25 anos parecem ter um risco mais elevado. Contacte o seu médico, ou vá imediatamente a um hospital, se tiver pensamentos suicidas ou desejo de se magoar durante o tempo em que está a tomar antidepressivos.

Poderá ser útil contar a um familiar ou um amigo próximo que começou a tomar antidepressivos e pedir-lhes para lerem o folheto que vem com a medicação. Deverá então perguntar-lhes se eles pensam que os seus sintomas estão a ficar pior, ou se estão preocupados com algumas alterações no seu comportamento.

Efeitos Secundários dos Antidepressivos

» Saiba Como Funcionam os antidepressivos