Proteinúria, Urina Espumosa – Causas, Tratamento, Tipos e Síndrome Nefrótica

O que é a proteinúria e o que pode significar ter urina espumosa. Conheça as causas, origens, diagnóstico, tipos e tratamento deste sintoma.

Urina espumosa proteinuria

Os rins têm como função no organismo eliminar e excretar diversas substâncias presentes no sangue. Assim, excesso de água e de minerais, mas também substâncias tóxicas provenientes da respiração celular são desta forma retiradas do corpo, de maneira a não acumularem, não perturbando o correto funcionamento do organismo.

Assim, quando os rins não funcionam em pleno, há algumas consequências menos positivas. Um dos problemas que pode ocorrer é os rins eliminarem não só as substâncias que têm de eliminar, e nas quantidades adequadas (no caso da água e dos minerais, nutrientes essenciais), mas também excretarem substâncias que não deveriam ser excretadas.

Na urina normal, além de água, minerais e substâncias tóxicas, é também natural existirem pequenas quantidades de outras substâncias, entre as quais algumas proteínas. Sendo estes elementos que não interessam ao organismo eliminar, quando essa quantidade atinge um determinado nível, isso significa que os rins não estão a funcionar corretamente.

Assim, a proteinúria é uma condição clínica caracterizada pela perda de proteínas (essencialmente a albumina) pela urina. Este é um importante indicador de doenças renais, sendo uma das suas manifestações. A albumina tem uma importante função no sangue, pois ajuda a impedir que a água presente não atravesse as paredes dos vasos sanguíneos, que provocariam edemas.

Uma das manifestações do problema é o aparecimento de edemas no corpo. Outras manifestações comuns é a urina espumosa. Sendo natural existir alguma espuma na urina, quando ela é em grande quantidade, poderá indicar algum problema.

Causas e origens

– As estruturas do rim responsáveis pela filtração do sangue são os glomérulos. Assim, quando há alteração nestas estruturas, poderão deixar passar as proteínas, conduzindo-as para a urina.

– A patologia pode ter uma origem nos túbulos renais. Assim, podem ser secretadas proteínas (essencialmente microglobulinas e lisosimas) no túbulo renal proximal, que depois serão expulsas pela urina.

– Pode também ter origem em proteínas secretadas nas paredes dos tubos urinários, especialmente na pelve renal, nos ureteres, na bexiga e na uretra.

– Por fim, a proteinúria pode também ter origem na produção em grande quantidade de proteínas com um peso molecular baixo, que por isso passam pelo filtro facilmente. Apesar de ocorrer a reabsorção nos túbulos renais, como estão em grande quantidade, não serão reabsorvidos na totalidade, indo uma parte considerável para a urina.

Existem também várias doenças que poderão dar origem à proteinúria: Diabetes, lúpus eritematoso sistêmico, reação a anti-inflamatórios (Ler: Anti-Inflamatórios – Como Funcionam, Ação e Efeitos Colaterais), Eclâmpsia, Hepatite, SIDA (AIDS), Sífilis, Cancro, obesidade, Hipertensão arterial (Leia: Hipertensão Arterial – Causas, Sintomas, Tratamento e Alimentos a evitar) e Mieloma múltiplo.

Diagnóstico

Sendo natural a presença de pequenas quantidades de proteínas na urina, apenas é considerado haver falha nos rins quando essa quantidade se apresenta mais elevada que 0,150g por dia.

Assim, se houver alguma indicação de algo não estar bem, como o aparecimento de vários edemas (Leia: Inchaços e Edemas – Causas, Tipos e Tratamento) ou de urina espumosa, é importante consultar um médico de maneira a ser pedido um exame de urina, ou uma biópsia renal, que rapidamente esclarecerá a situação.

Tipos de proteinúria

Podemos classificar a proteinúria em dois tipos:

– Proteinúria intermitente e transitória

Este tipo aparece ocasionalmente, normalmente relacionado com situações de febre alta, exposição a temperaturas extremas, tanto quentes como frias, exercício físico muito intenso, situações de grande stress, e ainda convulsões. Normalmente implica valores que não passam de 1g por dia, e rapidamente desaparecem. Não está relacionado com nenhum problema renal.

– Proteinúria persistente e permanente

Nestas situações a perda de proteínas pela urina é constante e regular, tendo assim um problema nos rins por detrás. É necessário a consulta a um médico, e um tratamento adequado.

Tratamento da proteinúria

Para tratar esta condição clínica, a primeira coisa que é feita é a recuperação da taxa plasmática normal da albumina. Também é habitual ser feito um controlo bastante escrupuloso na pressão arterial, e a prescrição de medicamentos que diminuam a perda de proteínas, diuréticos (Leia: Diuréticos –  Tipos, Efeitos Secundários, Para Que Servem e Como Funcionam), etc.

Depois, cada tratamento irá ao encontro das causas específicas relacionadas com o problema causador da perda de proteínas.

O que é a síndrome nefrótica

Este problema caracteriza-se por uma perda massiva de proteínas pela urina, sendo acompanhada por outros problemas, tais como edemas, lipidúria, hipoproteínemia, e hiperlipidemia com quantidades muito elevadas de colesterol e outros lípidos. A proteinúria é assim o principal sintoma da síndrome nefrótica.

A perda de albumina pelo sangue irá também resultar na perda de pressão osmótica, levando à passagem de água para os tecidos envolventes aos vasos sanguíneos, provocando edemas por todo o corpo.

Este problema tem origem no glomérulo, que se tornam muito mais permeáveis, deixando facilmente passar as proteínas. É uma doença de evolução lenta, mas que tem várias consequências negativas para o organismo.

20 Comentários no Fórum

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *


  1. meu filho de 6 anos vai muito no banheiro e seu xixi sai com muita espuma,,,tem perigo ?

  2. Fis o exame de urina das 24h e nas proteinas totais o resultado foi 14o.oo mg/24h.o resultado ta muito alto?

  3. Meu marido tem sindrome nefrotica, no início ele inchava muito. Agora está perdendo peso de mais, perdeu mais de 20 kg em 7 meses e continua emagrecendo… detalhe, não faz dieta corretamente, E continua perder peso (massa muscular). Eh sinal da evolução da doença? Aguardo resposta. Obrigada.

    • proteinuria 416,6 mg/24 horas, e valor de referrencia do laboratorio de analise deu a 141, volume recolhido de urina 2.830ml, esta muito alto e o sintoma que pode me dar.

  4. exame de proteina 24 hora deu 280 mg e muito alto?

  5. Fiz vários exames de sangue nesta semana, entre eles Albuminúria, amostra isolada na urina.Recebi o resultado hoje, e estou preocupado, com o resultado, pois está assim 551mg/L.Segundo o Laboratório, o valor de referência é Inferior a 14mg/L.
    é grave isso.

    Aguardo resposta.

    Att,

    Adão Pedrollo

  6. ESTOUU COM 1,80MG/DL E UREIA 75MG/DL E A PLAQUETAS 126MIL/MM3 HÁ ALGUMA RELAÇÃO? E HÁ UM RISCO? ESCLAREÇAM-ME POR FAVOR!

  7. Estou perdendo proteina pela urina , ja estou com edemas na virilia e no abdomemperto do umbigo estou bem fraca moleza nas pernas etc gostaria que me esclarecimentos pois estou esperando especialista pelo sus mas esta demorando muito estou cada vez mas fraca e nada de sair consulta

    • Olá, Dalva enquanto não é atendida por um especialista, oriento que evite o sal, O edema pode surgir por causa de medicações, dietas ricas em sal, falta de atividade física, muito tempo na mesma posição, gravidez e doenças como insuficiência cardíaca, doença renal ou cirrose do fígado. Procure o quanto antes um médico.

  8. a minha deu 214.5 e alta

  9. tenho uma amiga que esta com perda de proteinura na urina o que devemos fazer e qual os alimentos que ela deve comer

  10. Eu fiz exame de 24h de proteinuria e deu 338, o que devo fazer para baixar.

  11. fis exame cultura da urina resutado foi normal proteinas deu ausente,avezes minha urina sai com espuma, isso e normal?

    • Minha urina esta saindo mais espumosa, é normal? uma fez que fiz exame de urina normal, urocultura, creatinina e ureia no sangue, proteinuria 24 horas e deu tudo normal. Gostaria de uma opinião.

  12. Minha filha de 18 anos está tratando de proteinúria há quase um ano. O médico começou a tirar o cortisona e em janeiro ele prescreveu 10mg por 30 dias e depois 0,5mg por 15 dias quando teríamos que refazer os exames, só que antes de completar este tempo ela voltou a inchar e refiz os exames antes da data, o resultado da proteinúria 24h deu 6072, sendo que em janeiro o resultado foi 176. Gostaria de saber a causa de ter voltado a perda, se é alimentação, ou o quê, não tenho respostas e estou desesperada. Por favor me ajudem com esclarecimentos do que está acontecendo com ela e que devemos fazer. Obrigada desde já.

  13. BOM DIA Dr. EU FIZ O EXAME DE URINA de 24 HORAS O RESOLTADO FOI ESTE; VOLUME DA ORINA 24 H 2.340ml,creatina no sangue 0,90mg a orina 21,9g7 24h ,1,7/24h resoltado 114,0ml/min dosagem de proteina 397,80mg/24 por favor me orienta obrigado, jorge

  14. eu fiz exame recentemente e o resultado foi de 399, o que devo fazer par abaixar esta taxa.

  15. eu fiz exame e o resultado foi de 213,o que devo fazer para abaixar essa taxa ?

  16. EU FIZ O EXAME RECENTEMENTE E A MINHA PROTEINURIA 24 HORAS DEU UM RESULTADO DE 313 ESSE RESULTADO É CONSIDERADO MUITO ALTO? É MUITO PREOCUPANTE? E O QUE DEVO FAZER PARA BAIXAR?.
    GRATO

  17. gostei muito das explicações e esclarecimentos sobre sintomas e prováveis diagnóstico, não deixa margem para dúvida, e prevendo a importância de esclarecimento médico atavés de exames parabéns adorei

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *