Riscos da Infecção por MRSA durante a Gravidez?

O MRSA (Staphylococcus Aureus Resistente à Meticilina), normalmente não prejudica as pessoas saudáveis, o que inclui mulheres grávidas, bebês e crianças. A pesquisa que tem sido feita sobre os efeitos do MRSA durante a gravidez é quase insignificante. No entanto, para já, não há evidências de que a infecção do MRSA durante a gravidez possa por em causa o normal desenvolvimento do feto.

O que significa “estar infetado com MRSA”?

Algumas pessoas carregam bactérias Staphylococcus Aureus Resistentes à Meticilina na sua pele ou no nariz, sem sequer desenvolver uma infecção por MRSA. A maioria nem sabe que está infetada com este tipo de bactérias, porque não têm sintomas e a infeção não as prejudica. Neste caso chama-se apenas colonização.

Infecção por MRSA e Rastreio

A infecção por MRSA ocorre quando as bactérias entram no corpo através de uma ruptura existente na pele. No entanto, é mais comum ocorrer em pessoas que estão no hospital. Para verificar se são portadores de MRSA, os pacientes que vão ao hospital para uma operação planeada, devem realizar no rastreio, um teste bastante simples. Se o teste der positivo, realiza-se um tratamento chamado de supressão ou descolonização.

Rastreio de MRSA durante a gravidez

Normalmente as mulheres grávidas não são submetidas a testes para a detecção de MRSA na sua fase pré-natal. No entanto, pode ser oferecido o rastreio em algumas circunstâncias. Por exemplo, se a mulher for realizar uma cesariana ou se for considerada uma gravidez de alto risco. Isto inclui quando uma mulher:

  • Tenha sido previamente infectada com o MRSA;
  • Tem feridas na pele;
  • Tem um cateter urinário;

O exame realizado pode variar, dependendo da política de cada hospital. Os bebês não são por rotina submetidos ao teste de Staphylococcus Aureus Resistente à Meticilina. No entanto, se o seu bebê estiver internado numa unidade neonatal, ele será selecionado para realizar o teste de MRSA.

Tratamento da Colonização por MRSA

Se o rastreio mostrar que você está infectada por MRSA, terá de realizar um tratamento para suprimir, reduzir ou até se “livrar” por completo das bactérias. Os bebés que são portadores de MRSA também podem ser tratados, embora alguns não necessitem de tratamento.

Tratamento da infecção por MRSA

Se uma mulher grávida for infectada com MRSA, os seus sintomas podem ser tratados com antibióticos. É possível que a mãe possa transmitir o MRSA para o bebê durante o parto normal (parto vaginal). O MRSA pode também ser transmitido entre bebês na maternidade se eles forem portadores destas superbactérias. Se um bebê desenvolver uma infecção devido ao MRSA, pode ser tratado, no entanto, são raros os casos de infecções graves em bebês causadas pelo MRSA.

Obtenha Aconselhamento

Se você estiver grávida e tiver dúvidas sobre os possíveis riscos do Staphylococcus Aureus Resistente à Meticilina durante a gravidez, pode obter informações junto do seu médico ou centro de saúde.

Riscos da infecção por MRSA durante a gravidez

Saiba como se Prevenir da infecção por MRSA.