Tipos de Acne (Cravos e Espinhas)

Do ponto de vista clínico, isto é, considerando as manifestações externas da doença, é possível distinguir os seguintes tipos de acne:

foto de Acne Conglobata

Acne vulgaris (Acne Comum)

A acne vulgaris é caracterizada pela presença de comedões, pápulas, pústulas, quistos e nódulos na face, pescoço, tronco e ombros. É típica nos adolescentes, e apresenta-se com diversos graus de gravidade:

- Acne comedônica forma da acne onde predominam os cravos, tanto os brancos quanto os pretos. Podem existir raras pápulas ou pústulas. Esta é a forma mais leve da doença.
Acne Pápulo-Pustulosa: Grande número de comedões, muitos deles inflamados. Não aparecem lesões com pus, ou quando surgem são em pequenas quantidades.
Acne atrófica: Uma acne pápulo-pustulosa muito intenso, que evolui deixando pequenas cavidades e cicatrizes na pele.

Antes de continuar a ler este artigo leia o nosso artigo geral sobre a Acne – Qual o melhor Tratamento, Causas, Como se Forma e Grau de Classificação.

Fotos de exemplo de acne comedônica:

Veja toda a nossa galeria de Fotos de Acne (Imagens Reais sem Photoshop).

Acne conglobata

(Conglobato = bolas ou massas redondas)

Caracteriza-se pela presença de numerosos cravos de grande dimensão, grandes abscessos com fístulas que se comunicam entre si, cistos e nódulos inflamatórios.  A supuração (processo de formação de pus), é bastante comum e abundante. Por vezes, este tipo de acne está associado a outras doenças, aparentemente devido a um mau funcionamento do sistema imunitário.

O tratamento mais comum é a medicação com isotretinoína. Pode também ser usados a prednisona e a Dapsona. Os antibióticos, tais como a tetraciclina ou a eritromicina podem também ser prescritos. E por fim uma opção alternativa é o tratamento com a terapia laser de dióxido de carbono ( laser CO2), seguida por uma terapia com tretinoína tópica (ácido retinóico).

Acne Pré-menstrual

Este tipo refere-se a lesões de acne que aparecem ou pioram durante o período anterior à menstruação nas mulheres (período pré-menstrual). Surge devido a alterações hormonais que ocorrem neste período do ciclo menstrual.

Acne Neonatal ou o Acne do Recêm Nascido (Bebê)

Define-se por Lesões pápulo-pustulosas que aparecem em pequenas quantidades no rosto nas primeiras 48-72 horas de vida. Aparentemente está relacionada com a progesterona materna (um hormônio esteróide produzido pelo corpo lúteo e pela placenta durante a gravidez) no sangue do recém-nascido.

Acne quelóide (acne queloideano)

Caracteriza-se pelas cicatrizes residuais se tornarem espessas, formando quelóides . É mais comum em pessoas de raça negra e oriental.

Quelóides são lesões da pele formadas por um crescimento excessivo de tecido cicatricial no local de uma lesão da pele, que podem ser causados não só pela acne como também por incisões cirúrgicas, feridas de vacinação, queimaduras, varicela, radiação ou mesmo devido a pequenos arranhões.

Acne Tropical

Variedade de acne especialmente intensa que ocorre em regiões tropicais, com clima quente e úmido. Caracteriza-se por afetar predominantemente as costas, nádegas e coxas.

Acne de Contato

Deve-se ao contato com a pele, de forma voluntária ou involuntária, de substâncias que promovem a formação de comedões (cravos). Este é o caso dos trabalhadores em alguns sectores industriais que estão em contacto com hidrocarbonetos clorados (organoclorados), petróleo ou resinas. É também o caso da utilização de cremes, maquiagem, óleos,  filtros solares e todos os cosméticos que causam e pioram a acne (acne cosmética).

Acne Iatrogénica (medicamentosa)

É originada como consequência dos efeitos secundários de alguns fármacos (RAM (reação adversa ao medicamento). O exemplo típico são os medicamentos corticosteróides (acne por esteróide), mas pode ser desencadeada por outras drogas, tais como os anabolizantes (esteróides androgênicos anabólicos), brometos, glicocorticóides, iodetos, isoniazida ou por contraceptivos orais. (Leia: Corticoides – Prednisona, Indicações e Efeitos Colaterais).

Acne Rosácea

Embora durante muitos anos tenha sido considerada como uma forma de acne, as suas características clínicas e anatomopatológicas são suficientes para ser considerada uma entidade separada: a rosácea: A rosácea é uma doença comum e crónica, caracterizada por vermelhidão na zona central do rosto com exacerbações e remissões periódicas. Quando a rosácea progride, podem desenvolver-se outros sinais e sintomas como eritema semi-permanente, telangiectasia, pápulas, pústulas, olhos vermelhos, ardor e coceira (prurido). Em alguns casos produz-se um engrossamento da pele, especialmente notório e característico quando afeta o nariz (rinofima).

Acne Cística (nódulo-cística)

Esta é a forma mais severa de acne com cravos (comedões), pápulas e pústulas e, especialmente, nódulos inflamatórios, abscessos dolorosos endurecidos e cistos com crostas ocasionais com sangue.

Conheça quais as Causas da Acne e sua Etiologia e os melhores Tratamento para Acne (Cravos e Espinhas).

05. Agosto 2013 by admin
Categories: Dermatologia, Doenças da Pele, Fotos de Doenças | 2 comments

Comentários no Forum (2)

  1. ola tenho acne queloidiana, gostaria de saber se tem tratamento pois fui em um médico e ele me falou que teria de fazer uma sirurgia pegando toda a parte afetada e logo após teria de começar um tratamento tipo radiação, para ver si melhoraria, mas que talves voltaria ainda maior, o que faço agora?

  2. as pessoas falam que se passar acepicia melhora mas da mais espinhas!!!

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Required fields are marked *