Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um grupo de sintomas comportamentais que incluem a falta de atenção, hiperatividade e impulsividade. O Distúrbio ou transtorno de Déficit de Atenção (DDA) é um sub-tipo de TDAH.

Sintomas

Os sintomas mais comuns de Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade incluem:

  • Falta de atenção (desatenção)
  • Agitação ou inquietação constante
  • É facilmente distraído

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade pode ocorrer em pessoas de qualquer nível de capacidade intelectual (inteligência). No entanto, muitas pessoas com TDAH também têm dificuldades de aprendizagem, podendo ter outros problemas adicionais, tais como distúrbios do sono.

Os sintomas de Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade tendem a ser notados pela primeira vez em idade precoce, e podem tornar-se mais óbvios quando as circunstâncias da criança mudam, como com a entrada para a escola.

As crianças são naturalmente ativas e facilmente distraídas. No entanto, se estes 2 recursos forem demasiado excessivos para a idade e para o nível de desenvolvimento geral da criança, de forma a afetarem a sua vida diária, eles podem indicar que a criança sofre de TDAH.

  • Leia sobre os sintomas de TDAH para uma lista completa de possíveis sintomas e condições associadas.

Diagnóstico

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade é normalmente diagnosticado entre os 3 e os 7 anos, embora em alguns casos, possa ser mais tarde. Normalmente é mais diagnosticado em meninos que em meninas.

Existem vários critérios que devem ser atendidos para uma criança ser diagnosticada com TDAH. Os adultos são mais difíceis de diagnosticar porque não existe um conjunto definitivo de sintomas para uma idade específica.

Causas

Embora as causas exatas do Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade não sejam conhecidas, as pesquisas mostram uma tendência para ela ocorrer em famílias. Algumas pesquisas mostram também que podem haver diferenças na forma como o cérebro da pessoa com TDAH funciona.

Os principais fatores de risco incluem:

  • ser do sexo masculino
  • tabagismo, abuso de álcool ou drogas durante a gravidez
  • ter nascido prematuramente

Leia mais informações sobre as causas do TDAH.

Prevalência

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade é o distúrbio comportamental mais comum no Reino Unido. Estima-se que a síndrome afete 2-5% das crianças em idade escolar e jovens adultos.

O TDAH pode ser uma condição para o resto da vida. Muitas crianças vão continuar a ter sintomas na adolescência e idade adulta.

Estima-se que mais de 2 em cada três crianças diagnosticadas com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade ainda terão sintomas na adolescência, e que dois em cada três desses adolescentes ainda apresentem sintomas na idade adulta.

Não se sabe ao certo se a síndrome pode ocorrer em pessoas adultas sem surgir na sua infância.

Tratamento

Não existe cura para o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade, mas a doença pode ser controlada através de apoio educacional adequado, aconselhamento e apoio para pais e indivíduo, e medicação se necessário.

Viver com uma criança que sofre de TDAH pode ser um desafio, mas é importante lembrar que eles não podem ajudar no seu comportamento. Algumas questões que podem surgir no dia-a-dia são:

fazer o seu filho dormir à noite
chegar á escola na hora certa
ouvir e realizar instruções
ocasiões sociais
compras

Famosos Portadores da Doença

Famosos com ADHD

  • Michael Phelps
  • Richard Branson
  • Paris Hilton
  • Justin Timberlake
  • Jamie Oliver
  • Will Smith
  • Solange Knowles
  • James Carville
  • Karina Smirnoff
  • Ty Pennington

25. março 2014 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *