A Hipertensão arterial, doença vulgarmente conhecida por pressão alta, é um problema de saúde que surge devido ao aumento da pressão sanguínea sobre as paredes das veias e artérias. Atualmente a tensão alta é um dos problemas que afeta mundialmente uma grande percentagem de pessoas. Leia: Hipertensão Arterial – Causas, Sintomas, Tratamento e Alimentos a evitar).

Essencialmente os fatores hereditários, o consumo excessivo de álcool, uma alimentação errada, o tabagismo e a obesidade são as principais causas do seu aparecimento. Este é o tipo de doença que pode afetar qualquer pessoa em qualquer idade, contudo existem pessoas que se encontram mais vulneráveis ao seu aparecimento. Passamos a citar os grupos de risco:

- Homens com idade inferior ou igual a 50 anos; Segundo alguns estudos veio-se a concluir que os homens com idade inferior ou igual a 50 anos contraem hipertensão com mais facilidade do que o sexo feminino. Porém a partir dos 50 anos são as mulheres que se encontram mais expostas ao desenvolvimento da hipertensão;
– Pessoas cujo consumo diário de sal seja excessivo (Leia: Sal e Hipertensão Arterial);
– Pessoas com práticas de vida muito sedentárias, uma vez que este componente promove o desenvolvimento/agravamento da obesidade;
– Mulheres cuja descendência seja afro;
– Pessoas com idades mais avançadas;

Tendo em conta que esta doença pode por vezes tornar-se bastante perigosa, quando não tratada a tempo poderá desencadear inúmeros problemas de saúde, dentro dos quais podemos destacar a formação de derrames cerebrais, o aparecimento de doenças cardíacas, o desenvolvimento de problemas renais e o aparecimento de problemas de visão. Deste modo e tendo em conta a a sua gravidade é fundamental mudar alguns hábitos diários que lhe permitam evitar o seu aparecimento. Sendo assim, para se prevenir do aparecimento da hipertensão deve:

- Praticar exercício físico regularmente;
– Procurar manter um peso adequado à sua estatura e idade;
– Praticar uma alimentação saudável, tendo em atenção a quantidade de sal ingerida diariamente;
– Evite o consumo de bebidas alcoólicas e tabaco;
– Evite estados de stress e ansiedade;

Caso já sofra de hipertensão também existem algumas medidas que o poderão ajudar a tratar este problema, deste modo deve ter a preocupação de praticar uma dieta saudável, procurar manter um peso saudável, reduzir ou eliminar o consumo de sal, tabaco e bebidas alcoólicas, consumir alimentos com alto teor de potássio e praticar exercício físico regularmente.

Em relação aos sintomas gerados por esta doença, pode-se dizer que a hipertensão/tensão alta é uma doença silenciosa. Isto porque, numa fase inicial não apresenta quaisquer sintomas, no entanto o cansaço, as tonturas, as dores encefálicas e a perda súbita da visão podem ser alguns dos seus sintomas mais comuns. Contudo para saber se tem este problema, a melhor forma é verificar diariamente os valores da sua tensão arterial.

Como pode verificar ter a tensão alta pode ser muito prejudicial para a sua saúde, logo é fundamental que tenha um acompanhamento médico periódico, pois como pode ver só assim se pode dar conta desta doença silenciosa, que por vezes se vem a tornar letal. Deste modo se sofre de hipertensão e se quer uma alternativa natural que o ajude a tratar eficazmente a hipertensão, vamos dar-lhe a conhecer um excelente tratamento natural.

Para preparar este remédio natural que lhe propomos, vai necessitar de alguns ingredientes:

- Duas goiabas vermelhas;
– Meio litro de leite magro;
– Duas colheres de sopa de mel;

Preparação

Primeiro comece por retirar a casca às goiabas, depois retire-lhes a polpa e coloque-a no liquidificador. Seguidamente adicione o mel, o leite desnatado e ligue o liquidificador até obter um batido homogéneo e cremoso. Findo isto, o seu batido medicinal estará pronto.

Para utilizar este batido como remédio contra a hipertensão é recomendado que beba três doses por semana. Para além deste batido contribuir positivamente para a diminuição da tensão alta, através do seu consumo também se estará a proteger contra doenças do foro cardíaco e contra o colesterol. Tudo isto graças às vitaminas (Leia: Verdades e Mitos Sobre Vitaminas), ao licopeno e às fibras solúveis presentes na goiaba vermelha.