Tratamento para Abscesso Dentário

A única forma de curar um abscesso dentário é através de tratamento odontológico. Qualquer clínico geral será capaz de aconselhá-lo/a, mas na maioroa dos casos é incapaz de fornecer o tratamento necessário para curar totalmente o abscesso. Só um médico dentista poderá tratar com sucesso o abscesso utilizando procedimentos dentários e, em alguns casos, a cirurgia (ver abaixo).

Analgésicos

abscesso dentário pode por vezes ser muito doloroso, mas você pode tomar alguns analgésicos para controlar a dor enquanto está à espera para realizar o tratamento dentário (peça ajuda ao seu farmacêutico). O ibuprofeno é um dos analgésicos preferidos para abscessos existentes nos dentes, mas se você não poder tomar ibuprofeno por razões médicas, pode sempre tomar paracetamol para substituir o ibuprofeno.

Quando o analgésico que tiver a tomar não aliviar a dor, tomar tanto o paracetamol como o ibuprofeno, ao mesmo tempo, pode muitas vezes ser eficaz (isto é seguro para os adultos, mas não para as crianças com menos de 16 anos de idade). No entanto, deve certificar-se que passam seis horas antes de tomar outra dose combinada (paracetamol/ibuprofeno).

Além disso, é sempre importante ler e seguir as informações sobre o medicamento. Tais como sobre as quantidades a tomar, quantas vezes tomar ao dia, e não exceder a dose máxima indicada. Têm sido relatadas algumas overdoses acidentais em pessoas que tomam muitos analgésicos para tentar aliviar as dores.

Atenção, os analgésicos não tratam ou curam o abscesso dentário, pelo que não devem ser usados para atrasar o tratamento dental. Siga os conselhos abaixo para tomar analgésicos com segurança:

  • Não tome ibuprofeno se você for asmático, se tiver uma úlcera no estômago ou se você teve uma no passado;
  • Não tome mais do que um tipo de analgésico, ao mesmo tempo, sem primeiro consultar o seu médico ou farmacêutico, pois pode ser perigoso isto porque muitos analgésicos são constituídos pelos mesmo compostos e é possível que ocorra uma overdose quando se combinam medicamentos;
  • O Ibuprofeno e o paracetamol estão disponíveis como preparações líquidas para crianças;
  • A aspirina não é adequada para crianças com menos de 16 anos de idade;
  • Se estiver grávida ou em fase de amamentação, deve tomar paracetamol.

Auto Cuidados

Outras técnicas de auto-cuidados que podem ajudar incluem:

  • Evitar tudo o que piora a dor, como alimentos quentes ou frios ou ar frio;
  • Aplicar Gelo picado ao redor do dente, por vezes, pode aliviar a dor.
  • A dor muitas vezes pode pior quando você está deitado. Deitar-se com a cabeça ligeiramente elevada pode ajudar a aliviar a dor
  • Comer alimentos macios, usando o lado oposto da boca ondes se encontra o abscesso
  • usar uma escova dental macia e evitar usar fio dental em redor do dente afetado

Tratamento Dentário

O primeiro e mais importante passo no tratamento de um abscesso dentário é cortar e drenar todo o pus que contêm as bactérias infecciosas. O dentista irá realizar este procedimento sob anestesia local. Isto significa que você estará acordado durante todo o procedimento, mas a área afetada será paralisada, assim você vai sentir pouca ou mesmo nenhuma dor.

Se o abscesso estiver localizado dentro de um dos dentes (abscesso periapical), o tratamento de canal (consiste na retirada da polpa do dente) é geralmente o tratamento recomendado. Este tratamento envolve perfurar o dente afetado para libertar o pus e remover qualquer tecido danificado a partir do centro (celulose). Será então inserido um preenchimento no espaço vazio para prevenir novas infecções.

No caso em que exista uma bolsa de pus localizada dentro da gengiva (abcesso periodontal), o dentista irá drenar o pus e limpar toda a área afetada. Irão depois ser suavizadas as superfícies da raiz do dente mediante a apresentação abaixo da linha da gengiva para ajudar o dente a curar-se e prevenir novas infecções.

Antibióticos

Os antibióticos não são, por rotina, prescritos para tratar abscessos dentários porque:

  • A drenagem do abscesso é um tratamento mais eficaz;
  • Usar antibióticos para tratar infecções menos graves não torna os antibióticos eficazes no tratamento de infecções graves (isto é conhecido como resistência aos antibióticos);

Os antibióticos são normalmente usados quando:

  • Existem sinais de que a infecção se está a espalhar, como inchaço no rosto ou pescoço;
  • Você tem o sistema imunológico enfraquecido.

Quando necessário, o antibiótico recomendado normalmente é a Amoxicilina, para tratar da infecção. Se o paciente for alérgico á Amoxicilina (um tipo de penicilina), pode ser prescrito o Metronidazol como precaução.

Recorrência de infecção

Se tiver um abscesso periapical, pode precisar de ser encaminhado para um cirurgião-dentista, que irá remover cirurgicamente todo o tecido que esteja infectado. Se tiver um abscesso periodontal, pode ser encaminhado para um cirurgião oral, profissional este que será capaz de remodelar o tecido da gengiva para remover permanentemente a bolsa periodontal.

Em alguns casos, a infecção pode reaparecer mesmo após alguns procedimentos cirúrgicos e dentários. Se isso acontecer, ou se o dente estiver severamente danificado, pode precisar de ser removido completamente (extraído).

Medo do dentista

Os abcessos dentários geralmente ocorrem em pessoas que não consultam o dentista durante muitos anos, porque muitas vezes têm medo de ir ao dentista. Ter medo de dentista pode ter origem em diversas causas, como por exemplo termos a idéia de que o tratamento vai doer, ou até mesmo pelos sons e cheiros que trazem lembranças de más experiências no dentista durante a infância.

A boa notícia é que a maioria dos dentistas entendem os medos de seus pacientes, e são perfeitamente capazes de realizar o tratamento dentário sem qualquer tipo de dor e livre de estresse para o paciente. Ao longo dos anos, os avanços tecnológicos também melhoraram significativamente o mundo da odontologia. Hoje em dia, o tratamento é muitas vezes completamente indolor.