Tratamento para Actinomicose

Os antibióticos são o principal tratamento para a actinomicose. É necessário um tratamento longo com antibióticos para acabar completamente com a infecção.

Geralmente é recomendado tratamento inicial com injeções de antibióticos durante duas a seis semanas, seguido por um curso de antibióticos em forma de comprimidos durante seis a 12 meses.

Os antibióticos de preferência para o tratamento da actinomicose são a benzilpenicilina (Penicilina G, um tipo de penicilina), utilizada para as injecções, e a fenoximetilpenicilina (antibiótico betalactâmico do grupo das penicilinas, também conhecida como penicilina V), para os comprimidos.

Os efeitos colaterais destas penicilinas incluem:

  • diarreia
  • náuseas (enjoo)
  • erupções cutâneas
  • aumento da vulnerabilidade a infecções fúngicas, tais como candidíase oral (uma infecção causada por fungos que ocorre na boca)

Se o paciente for alérgico à penicilina, podem ser usados alguns antibióticos alternativos, como o caso da tetraciclina ou da eritromicina.

Cirurgia

Ocasionalmente, pode ser necessária cirurgia para reparar os danos causados nos tecidos ou drenar o pus dos abscessos que se formaram nos tecidos profundos do organismo.

Dispositivo intra-uterino (DIU)

Quando o paciente tiver sintomas de actinomicose pélvica causados pelo dispositivo intra-uterino (DIU), este terá de ser removido.

Foto de Actinomicose no Rosto

  • Veja a nossa galeria de fotos Aqui.