Varizes na Gravidez – O que fazer, é perigoso, prevenir, como evitar e tratar

As varizes são veias inchadas que podem aparecer junto à superfície da pele. São veias tortuosas, de cor azul ou roxa, que aparecem nas pernas, no entanto também podem aparecer na vulva ou em outras zonas do corpo (por exemplo, as hemorroides são veias varicosas localizadas na zona retal).

Pode sentir algum ou nenhum desconforto causado pelas varizes, ou sentir as pernas cansadas e com vontade de coçar. A pele à volta das varizes também pode dar comichão, latejar ou dar a sensação de estar a queimar (sensação de quente). Os sintomas tendem a piorar ao fim do dia, especialmente se passou o dia todo de pé.

Muitas mulheres desenvolvem varizes pela primeira vez,  ou notam que pioraram, durante a gravidez. À medida que o útero cresce, aumenta também a pressão nas grandes veias localizadas no lado direito do corpo (veia cava inferior), que por sua vez aumenta a pressão nas veias das pernas.

As veias são vasos sanguíneos que fazem o sangue retornar desde as extremidades até ao coração, logo o sangue nas veias das pernas flui contra a gravidade. Durante a gravidez, a quantidade de sangue disponível no corpo aumenta, aumentando assim a carga nas suas veias. E os níveis de progesterona também sobem, fazendo com que as paredes dos vasos sanguíneos relaxem.

Tem maior probabilidade de sofrer de varizes se algum membro da sua família as tiver ou teve. Estas são mais comuns nas mulheres que nos homens, e se as tiver, elas tendem a piorar durante a gravidez e à medida que envelhece. Ter excesso de peso, ter uma gravidez de gémeos ou mais, e estar de pé por longos períodos de tempo, faz com que seja mais suscetível ao aparecimento de veias varicosas.

As boas notícias é que as veias varicosas tendem a melhorar e por vezes desaparecer após dar à luz (após o parto), particularmente se não tinha nenhuma antes de engravidar. E se não melhorarem, existem vários tratamentos disponíveis para elas.

Conheça alguns em Remédios Caseiros Para Varizes

Também pode ter notado pequenos vasos sanguíneos finos junto à superfície da pele, especialmente nos tornozelos, pernas ou no rosto. Estes chamam-se de veias de aranha porque aparecem num padrão idêntico a uma teia de aranha, onde surgem várias ramificações a saírem do centro (por vezes parecem mais ramificações de uma árvore ou linhas finas separadas sem qualquer padrão específico). Estas não provocam desconforto e normalmente desaparecem após o parto.

Como posso prevenir o aparecimento de varizes?

Pode conseguir prevenir o aparecimento de veias varicosas ou pelo menos minimizá-las. Algumas dicas:

  • praticar exercício físico diário. Mesmo uma pequena caminhada pode ajudar a melhorar a circulação sanguínea.
  • consiga manter o peso recomendado durante a sua gravidez, para cada mês.
  • eleve os pés e pernas sempre que possível. Use um banco ou uma caixa para descansar as pernas quando estiver sentada e mantenha os pés elevados numa almofada quando estiver deitada.
  • não cruze as pernas ou tornozelos quando se sentar.
  • não fique sentada ou de pé durante longos períodos sem fazer uma pausa para se movimentar.
  • durma sobre o lado esquerdo. Coloque uma almofada por detrás das suas costas para manter o corpo inclinado para a esquerda e eleve os pés com uma almofada. Como a veia cava inferior fica do lado direito, deitar-se sobre o lado esquerdo ajuda a aliviar a veia do peso do útero, diminuindo assim a pressão das veias nas pernas e pés.
  • use um apoio especial. As Meias de compressão gradual, que são duas vezes mais grossas que as normais, são as melhores. Estas meias de descanso estão disponíveis nas lojas de material ortopédico e farmácias. São apertadas no tornozelo, alargando à medida que sobem na perna, tornando mais fácil o sangue fluir em direção ao coração. Como resultado, ajudam a prevenir o inchaço e podem evitar que as varizespiorem.

Dica: Para evitar que o sangue se acumule nas pernas, coloque as meias de compressão antes de sair da cama pela manhã, enquanto ainda estiver deitada e mantenha-as durante todo o dia. Pode ser aborrecido ter de usar este tipo de material, especialmente durante o tempo quente, mas algumas varizes, especialmente as maiores, podem ser desconfortáveis.

As varizes são perigosas?

As veias varicosas podem dar vontade de coçar, podem causar dores nas pernas ou mau aspeto, mas geralmente a curto prazo não são perigosas – o tratamento, se necessário, pode esperar até depois da gravidez. Uma pequena percentagem das pessoas que tem varizes desenvolve pequenos coágulos sanguíneos junto à pele (condição chamada de trombose venosa superficial). Quando este tipo de coágulos se desenvolve, a veia pode ficar dura como uma corda, e a área envolvente ficar vermelha, quente, macia ou dolorosa.

Normalmente estes coágulos não são perigosos, mas convém falar com o seu médico se achar que tem um. Ocasionalmente a área envolvente ao coágulo fica também infetada (neste caso pode ter febre ou calafrios) e terá de ser tratado corretamente com antibióticos. Também pode falar com o seu médico se alguma das suas pernas ficar inchada ou com feridas, ou a pele próximo das veias mudar de cor.

Atenção: Não confunda trombose venosa superficial com uma doença grave chamada trombose venosa profunda (TVP), na qual os coágulos se desenvolvem nas veias profundas, normalmente nas pernas. A gravidez torna a mulher mais suscetível a TVP quer tenha ou não varizes, mas não é muito comum. A probabilidade de ocorrer durante a gravidez ou nas semanas após o parto é de 1 para 1000 (mulheres com coágulos sanguíneos ou acamadas há muito tempo têm maior risco).

Se desenvolver Trombose Venosa Profunda, pode não ter sintomas, ou de repente sentir um inchaço doloroso no tornozelo, perna ou coxa. Pode doer mais quando flete o pé ou quando estiver de pé, bem como ter uma pequena febre. Se notar algum destes sintomas, fale imediatamente com o seu médico.

Se suspeitar-se de um coágulo, será realizada uma ecografia para avaliar a zona envolvente. Se tiver um destes coágulos, terá de ser hospitalizada e tratada com medicação para tornar o sangue mais fluído.

Se não for tratado, o coágulo pode partir-se e viajar até aos pulmões, podendo originar um embolismo pulmonar colocando em risco a vida. Os sinais de embolismo pulmonar incluem respiração ofegante, respiração dolorosa, tosse (ou tossir sangue), sensação de pânico, batimento cardíaco acelerado – devendo chamar o 112.

Há alguma forma de acabar com as varizes?

Normalmente as varizes melhoram ao fim de três a quatro meses após o parto, por vezes mais tempo, e noutras situações não melhoram após o parto (isto é mais provável quando teve várias gravidezes).

Durante este tempo, é uma boa ideia continuar a usar meias de compressão, praticar exercício físico regularmente, evitar estar sentada ou de pé por muito tempo e elevar as pernas sempre que possível. Se as varizes persistirem e se tornarem desconfortáveis ou mesmo se estiver insatisfeita com o aspeto delas, existem várias opções de tratamento. Fale com o seu médico para lhe indicar um especialista em varizes.

Conheça os melhores Tratamentos disponíveis.